Promessa francesa brilha, substituto de Bartra faz contra, Monaco bate Dortmund e fica perto da semi

ESPN.com.br
Getty
Mbappe comemora gol contra o Borussia Dortmund
Mbappé foi o destaque do Monaco na vitória sobre o Dortmund com 2 gols

O Monaco foi até Dortmund e deu um grande passo rumo à semifinal da Uefa Champions League. A equipe bateu o Borussia por 3 a 2 em pleno Signal Iduna Park, nesta quarta-feira, pela ida das quartas de final.

Kylian Mbappé, impedido, e Sven Bender, contra, deixaram os visitantes à frente no primeiro tempo. Dembélé até descontou para os alemães na etapa final, mas Mbappé fez mais um e se confirmou como destaque da partida. Kagawa ainda marcaria nos minutos finais, mas não impediu o revés dos donos da casa.

O jogo desta quarta estava inicialmente marcado para terça, mas foi adiado depois que três bombas explodiram perto do ônibus do Dortmund, quando este deixava o hotel a caminho do estádio.

O ataque deixou ferido o zagueiro Marc Bartra, que sofreu uma fratura no pulso e ficou com estilhaços fincados em seu braço e precisou ser operado. Titular no time do técnico Thomas Tuchel, ele foi substituído por Sven Bender, justamente o autor do gol contra.

Com o resultado, o Monaco pode empatar ou até perder por 1 a 0 que irá se garantir na semifinal da Champions pela quarta vez em sua história. Antes, alcançou o estágio em 1994, 1998 e 2004, ocasião em que foi vice-campeão.

Getty
'Boa recuperação, Marc (Bartra)', desejam os torcedores do Dortmund em faixa
'Boa recuperação, Marc (Bartra)', desejam os torcedores do Dortmund

O placar ainda representou a primeira derrota da equipe alemã em seu estádio desde que levou 2 a 0 do Bayern de Munique pela Supercopa da Alemanha em 14 de agosto de 2016. Eram 20 jogos sem perder (14 triunfos e seis empates).

O confronto de volta ocorrerá na próxima quarta-feira no Stade Louis II, às 15h45 (de Brasília). Antes disso, as duas equipes irão a campo no sábado por seus respectivos campeonatos nacionais. O Dortmund receberá o Eintracht Frankfurt, às 10h30 (de Brasília), enquanto o Monaco, também em casa, enfrentará o Dijon, às 16h.

Getty
Fabinho cobrou pênalti para fora
Fabinho cobrou pênalti para fora
  • Defesa fortalecida. Ou não

Depois de ter sido goleado por 4 a 1 para o Bayern, Thomas Tuchel forteleceu sua defesa diante do Monaco, mas isso não impediu que o Dortmund cometesse falhas no setor. Em meio a um jogo com poucos lances de perigo, o Monaco assustou em quase todas as ocasiões que criou.

Getty
Jogadores do Monaco comemoram durante jogo contra o Dortmund
Jogadores do Monaco comemoram durante jogo contra o Dortmund

Primeiramente, os visitantes tiveram um pênalti quando Sokratis puxou Mbappé na área. Fabinho foi para a cobrança e mandou para fora, aos 17min. Os franceses, porém, nem tiveram muito tempo para lamentar, já que sairiam na frente dois minutos depois. Em contra-ataque rápido ligado por Bernardo Silva, Lemar cruzou para Mbappé, que, impedido, desviou sem querer para o fundo da rede. Aos 35min, o Monaco ampliou a vantagem. Raggi levantou da esquerda, e Bender desviou de cabeça contra a própria meta.

Enquanto isso, os mandantes quase não incomodaram o adversário no primeiro tempo. Na melhor chance, Kagawa aproveitou boa jogada individual de Ginter na direita e finalizou perto do alvo.

Getty
Jogadores do Monaco comemoram gol contra marcado por Bender
Jogadores do Monaco comemoram gol contra marcado por Bender
  • Dortmund reage, mas defesa entrega de novo

Na volta para a etapa final, Tuchel mexeu e colocou o volante Sahin e o meia Pulisic nas vagas do volante Bender (atuou improvisado na zaga) e do lateral esquerdo Schmelzer. O que mudou também foi a postura dos donos da casa, que partiram para cima e diminuíram aos 12min. Após levantamento de Guerreiro, Aubameyang desviou do jeito que deu, Kagawa tocou na saída de Subasic e Dembélé completou para o gol livre.

O cenário seguiu parecido até o fim do jogo, e os aurinegros flertaram com o empate. Porém, sofreram novamente com um erro defensivo. Aos 34min, Mbappé aproveitou passe ruim de Piszczek, partiu sozinho de frente para o gol e só tirou de Bürki. 

Solidariedade: Torcedores do Dortmund 'adotam' fãs do Monaco por uma noite

O time aurinegro ainda manteria o espírito de reação, e, aos 39min, Kagawa fez bela jogada individual na área para marcar o segundo do Dortmund. Porém, o Dortmund não conseguiria impedir o revés diante de sua torcida.

ESPN.com.br
Cara do jogo - Mbappe
Cara do jogo - Mbappé marcou duas vezes na vitória sobre o Dortmund


FICHA TÉCNICA
BORUSSIA DORTMUND 2 X 3 MONACO

Local: Signal Iduna Park, em Dortmund (Alemanha)
Data: 12 de abril de 2017, quarta-feira
Horário: 13h45 (de Brasília)
Árbitro: Daniele Orsato (Itália)
Assistentes: Mauro Tonolini e Lorenzo Manganelli (ambos da Itália)
Cartões amarelos: Sokratis Papastathopoulos, Ginter (Borussia Dortmund); Jemerson, Dirar, Fabinho e Subasic (Monaco)
Gols: BORUSSIA DORTMUND: Dembélé, aos 12 minutos do segundo tempo; Kagawa, aos 39 minutos do segundo tempo
MONACO: Mbappé, aos 19 minutos do primeiro tempo, e aos 34 minutos do segundo tempo; Sven Bender (contra), aos 35 minutos do primeiro tempo

BORUSSIA DORTMUND: Bürki; Piszczek, Sokratis e Bender (Sahin); Ginter, Weigl, Guerreiro e Schmelzer; Kagawa e Dembélé; Aubameyang. Técnico: Thomas Tuchel

MONACO: Subasic; Touré, Glik, Jemerson e Raggi; Fabinho, João Moutinho, Bernardo Silva (Dirar) e Lemar; Falcao García (Germain) e Mbappé. Técnico: Leonardo Jardim

Comentários

Promessa francesa brilha, substituto de Bartra faz contra, Monaco bate Dortmund e fica perto da semi

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.