Ouro na maratona da Rio 2016, Jemima Sumgong é pega em exame antidoping

AFP
Divulgação
Queniana Jemima Sumgong está confirmada na prova
Queniana Jemima Sumgong foi pega com EPO no sangue

Jemima Sumgong, a primeira queniana a conquistar o ouro olímpico na maratona, feito realizado no Rio de Janeiro, foi reprovada em exame antidoping realizado fora de competição. Em teste realizado pela Federação Internacional de Atletismo (IAAF) no Quênia, foi detectada a substância EPO no sangue da atleta.

"A IAAF pode confirmar que um caso de violação de regras antidoping sobre a atleta Jemima Jelagat Sumgong (Quênia) foi iniciado nesta semana", disse a federação, em comunicado. "A atleta testou positivo para EPO após um teste sem aviso prévio conduzido pela IAAF no Quênia. Isso fazia parte de um programa de testes fora da competição da IAAF, aprimorado e dedicado aos corredores de elite da maratona, que é apoiado pelo grupo Abbott World Marathon Majors. A IAAF não fará mais nenhuma declaração sobre este caso até sua conclusão".

Sumgong, que também havia testado positivo para uma substância proibida em 2012, foi protagonista da Maratona de Londres no último ano, conquistando a prova apesar de ainda estar voltando de contusão. Depois, na Rio-2016, ela bateu a etíope Mare Dibaba, campeã mundial, para ficar com a medalha de ouro.

Antes da informação sobre o caso de doping, Sumgong havia confirmado que tentaria defender o título da prova londrina, no dia 23 deste mês. Os organizadores da prova se declararam "extremamente desapontados" pelo escândalo.

'Não estão sendo patrocinados os atletas, mas os dirigentes', diz procuradora

"Ela está suspense das competições até a análise da contraprova e da subsequente investigação. Sumgong não vai correr em Londres para defender o título que ganhou no último ano", disse o executivo chefe da prova, Nick Bitel.

"A Maratona de Londres sempre esteve na vanguarda da luta contra o doping. A prova tem tolerância zero com doping e qualquer atleta que for banido por casos de doping está banido para sempre deste evento", concluiu. 

A corredora ainda pode solicitar a realização da contraprova. E se ela também der positivo, Sumgong, de 32 anos, deverá receber uma suspensão de ao menos dois anos.

Comentários

Ouro na maratona da Rio 2016, Jemima Sumgong é pega em exame antidoping

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.