Parceiro de Bolt recorre à Corte Arbitral do Esporte contra desclassificação por doping em Pequim

ESPN.com.br com Agência EFE
Getty
Usain Bolt é cumprimentado por Nesta Carter após vencer a final dos 100m no Mundial de Moscou
Usain Bolt é cumprimentado por Nesta Carter no Mundial de Moscou

O atleta jamaicano Nesta Carter, desqualificado dos Jogos Olímpicos de Pequim por doping, o que resultou a perda das medalhas de ouro de toda a equipe no revezamento 4x100, inclusive a de Usain Bolt, apresentou um recurso à Corte Arbitral do Esporte (CAS), segundo confirmou seu advogado.

Carter testou positivo por methylhexaneamina (ou dimetilamilamina) quando a amostra que depositou em Pequim 2008 - e armazenada desde então - foi analizada novamente no ano passado com métodos inéditos.

A equipe jamaicana de revezamento, que incluía Carter, Michael Frater, Asafa Powell e Bolt, já devolveu as medalhas ao Comitê Olímpico Internacional (COI), embora o recurso apresentado agora crie esperanças de que tudo volte ao que era antes.

O advogado de Carter, Stuart Stimpson, confirmou que o recurso já foi apresentado dentro do prazo legal, uma vez descartada a opção de um recurso conjunto de toda a equipe de revezamento.

Usain Bolt e Simone Biles são eleitos os atletas do ano de 2016

Carter também fez parte do revezamento jamaicano 4x100 em Londres 2012, mas uma nova análise das amostras apresentou resultado negativo.

Bolt se diz despreocupado com perda de medalha por doping de Nesta Carter

Com a atual perda do ouro olímpico jamaicano no revezamento 4x100 em Pequim 2008, o Brasil, que havia terminado a prova no quarto lugar, herda a medalha de bronze.

Comentários

Parceiro de Bolt recorre à Corte Arbitral do Esporte contra desclassificação por doping em Pequim

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.