Confusão antes de clássico entre Botafogo e Flamengo causa a morte de um torcedor

ESPN.com.br
Gazeta Press
Houve confusão do lado de fora do Engenhão
Houve grande confusão do lado de fora do Engenhão

A noite de clássico no futebol carioca acabou com uma tragédia. Um torcedor morreu em meio à confusão envolvendo torcedores de Botafogo e Flamengo, antes de as duas equipes se enfrentarem no Engenhão, neste domingo, pela quarta rodada da Taça Guanabara.

Perto do estádio, torcedores entraram em conflito em meio a um dia caótico. Isso porque, o clássico poderia não ter acontecido por conta da falta de segurança em decorrência de uma paralisação da Polícia Militar. Desde sexta-feira, familiares de policiais têm impedido algumas viaturas de circularem, obstruindo o trabalho da corporação.

Cerca de duas horas antes da partida havia apenas 60 homens para fazer a segurança do evento, entre membros do Grupamento Especial de Policiamento em Estádios (Gepe) e de outros batalhões. A ideia é que 160 policiais estivessem envolvidos no clássico.

Um problema se dava na unidade do Gepe, em Deodoro, onde entre 70 e 80 não conseguiam ir ao estádio por conta do bloqueio feito por familiares dos policiais.

O Botafogo, inclusive, queria adiar a partida. "Na minha opinião é um sério risco ao público. É preciso ter policiamento externo, as pessoas quando saírem do estádio têm que ter segurança. É inviável esta situação, mas a decisão não cabe ao Botafogo, cabe ao delegado da partida", afirmou o vice executivo do clube, Fernando Santos, à ESPN, antes do jogo.

Se a partida ocorreu normalmente e sem incidentes no estádio, fora dele houve a confusão, que, infelizmente, tirou a vida de Diego Silva dos Santos, de 28 anos.

Em nota à imprensa, a Secretaria Municipal de Saúde do Rio de Janeiro confirmou o óbito e disse que mais sete torcedores foram encaminhados ao Hospital Municipal Salgado Filho. Quatro já receberam alta e três seguem em antedimento, sendo que um se encontra em estado grave.

Segundo informações de policiais, que foram publicadas pelo portal Uol, Diego e outras duas pessoas foram alvejadas por uma pessoa que estava em um carro que passava pelas ruas de acesso do setor norte do Engenhão. 

Com pouco policiamento, torcidas se enfrentam no entorno do Engenhão antes de clássico

O site ainda aponta que um outro torcedor foi atingido por uma bala no rosto, na região do olho, e foi encaminhado ao Hospital Memorial.

Cícero Mello: Falta de policiamento pode adiar clássico carioca

Confira a nota de pesar publicada pelo Botafogo:

O Botafogo de Futebol e Regatas lamenta profundamente a morte do torcedor Diego Silva dos Santos, de 28 anos, baleado no entorno do Estádio Nilton Santos, antes do clássico com o Flamengo, neste domingo. O clube presta solidariedade a familiares e amigos da vítima.

Toda a violência que cercou o clássico, deixando feridos e prejuízo, é repudiada pelo Botafogo. Para o clube, futebol começa com paz nos estádios e segurança para os torcedores. O clima de insegurança e medo não pode jamais combinar com o esporte.

Comentários

Confusão antes de clássico entre Botafogo e Flamengo causa a morte de um torcedor

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.