Vice-presidente do Flamengo é preso em nova fase da Lava-Jato no Rio

ESPN.com.br
Gilvan de Souza/ Fla Imagem
Flávio Godinho foi preso na nova fase da Lava-Jato
Flávio Godinho foi preso na nova fase da Lava-Jato

Flávio Godinho, atual vice-presidente de futebol do Flamengo, foi preso na manhã desta quinta-feira em nova fase da Operação Lava-Jato no Rio de Janeiro.

Godinho foi, até 2013, sócio e braço-direito de Eike Batista, um dos principais alvos desta nova fase, chamada de Operação Eficiência. No ano passado, ele já havia sido levado coercitivamente para prestar depoimento na primeira fase carioca da Lava-Jato. À época, havia minimizado o fato dizendo que havia sido chamado apenas para falar de terceiros.

A prisão dele nada tem a ver com o trabalho dele no Flamengo. Ele é acusado de ser um dos operadores do esquema das empresas de Eike, através da ocultação e lavagem de dinheiro das propinas que eram recolhidas das empreiteiras que faziam obras públicas no Rio de Janeiro.

Bertozzi e Alê concordam: derrota do Fla para Serra Macaense em jogo treino tem 'importância nenhuma'

Ainda pela manhã, o presidente do Flamengo, Eduardo Bandeira de Mello, preferiu ainda não se posicionar sobre o caso em entrevista ao jornal O Globo. "Acabei de acordar. Ainda estou avaliando a situação para poder me posicionar oficialmente", disse.

Mais tarde, em nota oficial, a diretoria afirmou que Bandeira de Mello acumulará a vice-presidência de futebol (veja o comunicado completo abaixo).

O empresário, que chegou a ser um dos homens mais ricos do mundo, também tem um mandado de prisão em seu nome, mas não foi achado em sua casa. Fernando Martins, que se apresentou como advogado dele, disse que Eike está viajando.

Veja o comunicado do Flamengo sobre a prisão de Flávio Godinho

O Clube de Regatas do Flamengo tomou conhecimento na manhã desta quinta-feira da prisão de Flávio Godinho. Sobre o fato, de cunho pessoal, esclarecemos que:

- O Flamengo possui administração executiva profissional em todas as suas diretorias. Sendo assim, o Departamento de Futebol, comandado por Rodrigo Caetano, segue com seu planejamento e atividades inalterados. O presidente Eduardo Bandeira de Mello passa a acumular a vice-presidência da pasta.

- Por prezar pela transparência em sua gestão e incentivar que este valor seja aplicado em todas as esferas da sociedade, o Flamengo espera que todos os fatos sejam apurados e esclarecidos.

Comentários

Vice-presidente do Flamengo é preso em nova fase da Lava-Jato no Rio

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.