Na 'corda bamba', Atlético-GO mantém Marcelo Cabo após sumiço

ESPN.com.br
Gazeta Press
Atlético-GO lidera a Série B com 55 pontos
Marcelo Cabo foi campeão da Série B do Campeonato Brasileiro com Atlético-GO

Marcelo Cabo será mantido como treinador no Atlético-GO. O diretor Adson Batista convocou uma entrevista coletiva nesta quarta-feira para anunciar a permanência do treinador, que foi encontrado em um motel na segunda-feira depois de 40 horas desaparecido.

"Ele sabe que vai trabalhar na corda bamba, não há margem para erro. Pensando no clube nós tomamos essa decisão, pensei no histórico do treinador. O grupo foi unânime em abraçar o Marcelo Cabo. Vamos dar todo apoio", disse o dirigente.

"Ele sabe que errou e está muito arrependido. Não poderíamos tomar uma decisão diferente. Não poderíamos aniquilar a carreira dele. Ele me comunicou que teve uma discussão familiar e um surto. Disse que bebeu muito e que já passou por essa situação. O Marcelo foi muito verdadeiro, não quis esconder nada. Agora vai depender dele. Vamos dar a chance, mas ele sabe que não será fácil", prosseguiu.

Mesmo com a mantendo Cabo no cargo, Adson admitiu que não irá tolerar outros problemas de comportamento do treinador.

"Não tenho preocupação com piadas. Piadas no futebol acontecem. O importante é a pessoa se recuperar. Não quero julgar o que ele fez. Senti que foi muito sincero. O ideal foi dar o suporte que ele precisa. É um profissional decente. O Marcelo sabe que não pode mais errar. Ele cavou a própria sepultura, mas vamos dar uma segunda chance".

Natural do Rio de Janeiro, Cabo tem 50 anos e chegou ao Atlético-GO em 2016, comandando o time na conquista do título da Série B. No clube, foram 38 jogos, com 22 vitórias, 10 empates e seis derrotas. Antes disso, ele foi observador técnico da seleção brasileira na Copa do Mundo de 2010.

Histórico de Marcelo Cabo é surpresa para Atlético-GO: 'Nunca tivemos nenhum problema'

O caso - Campeão da Série B do Campeonato Brasileiro de 2016 com o Atlético-GO, o técnico Marcelo Cabo desapareceu na madrugada de sábado para domingo, em Goiânia. O sumiço foi registrado pelo clube na Polícia Civil de Goiás tarde desta segunda-feira, no período da tarde.

Após a ocorrência, imagens de câmera de segurança do prédio de Cabo o mostraram no local, pouco antes de 16h, mas ele voltou a se ausentar, em um táxi. O técnico só foi encontrado novamente por volta de 21h, e as polícias Civil e Militar informaram que ele passava bem.

A Polícia Militar de Goiás descartou a hipótese de que Marcelo Cabo, técnico do Atlético-GO, tenha sofrido qualquer crime. Em entrevista na manhã desta terça-feira para explicar o desaparecimento, as autoridades disseram que o treinador foi encontrado em um motel e passava bem.

A PM-GO revelou que chegou até a localização do técnico com informações do taxista que o levou até o motel e que Cabo foi encontrado lúcido. As autoridades afirmaram, porém, não ter capacidade para afirmar se ele estava sobre efeito de drogas lícitas ou ilícitas.

Comentários

Na 'corda bamba', Atlético-GO mantém Marcelo Cabo após sumiço

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.