Na volta de Verón, Estudiantes vence o Bahia pela Florida Cup

Agência Gazeta Press
Getty
Verón voltou aos gramados pelo Estudiantes
Verón voltou aos gramados pelo Estudiantes

Depois da derrota nos pênaltis no primeiro jogo, o Bahia voltou a campo nos Estados Unidos para mais uma partida da Florida Cup. Jogando contra o Estudiantes, os baianos acabaram derrotados por 1 a 0, com gol contra do lateral Tinga.

A partida marcou a volta do meio-campista Verón ao futebol. O atleta, e presidente do Estudiantes, havia se aposentado em 2014, mas resolveu voltar a vestir a camisa do time para disputar a Copa Libertadores deste ano. O craque argentino conquistou o título da edição de 2009.

Em campo, Damonte cruzou a bola para o gol contra de Tinga, que testou contra o próprio patrimônio e anotou o único gol do jogo.

O jogo

Os olhares ficaram sobre Verón no primeiro tempo do jogo. Sem ameaçar tanto o adversário, o Estudiantes chegava bem nas bolas paradas cobradas pelo experiente jogador.

Em um lance que saiu dos pés de Damonte, a equipe argentina abriu o placar. O meia cruzou na área e o lateral Tinga, sozinho, tentou afastar o perigo e acabou testando firme para o próprio gol, tirando as chances de Jean defender e abrindo o placar.

Depois de sofrer o gol, o Bahia passou a ficar mais com a bola e levou perigo ao time argentino. Juninho cobrou falta com perigo e quase surpreendeu o goleiro Andújar, que conseguiu defender e mandar pela linha de fundo.

Aos 35 minutos, Zé Rafael apareceu bem posicionado fora da área e tentou o chute colocado, mas acabou carimbando a zaga adversária. Antes do apito final, mais uma boa falta cobrada por Juninho, e mais uma boa defesa de Andújar.

O ídolo e presidente da equipe, Verón, foi substituído no intervalo e não voltou para a segunda etapa. Pelo lado do Bahia, o atacante Gustavo, emprestado pelo Corinthians, também entrou em campo.

As substituições deram um ritmo mais rápido ao jogo, que voltou com o Estudiantes mais avançado. Depois de tocar bem a bola, Braña pegou rebote e chutou a bola por cima do travessão.

Aos 34 minutos, a melhor chegada do Bahia no segundo tempo. Edson cruzou na área e viu Mário desviar de cabeça. A bola bateu no marcador e o jogador ficou na bronca com a arbitragem pedindo a marcação de um pênalti.

Já no final do duelo, o meia Toledo acertou um soco no jogador baiano Lucas Fonseca e recebeu o cartão vermelho, mas nada que atrapalhasse o Estudiantes.

FICHA TÉCNICA:
BAHIA 0 X 1 ESTUDIANTES-ARG

Local: Bright House Networks Stadium, em Orlando-EUA
Data: 15 de janeiro, domingo
Horário: 19h45 (de Brasília)
Árbitro: Andres Pfefferkorn
Assistentes: Trent Robert Vanhaitsma Anya Voigt e Jorge Taborda
GOL: Tinga, contra, aos 15 minutos do primeiro tempo (Estudiantes)

BAHIA: Jean (Anderson); Tinga (Yuri), Tiago (Eder), Jackson (Lucas Fonseca) e Armero (Matheus Reis); Juninho (Edson), Renê Júnior (Júnior Ramos) e Régis (Renato Cajá); Zé Rafael (Diego Rosa), Edigar Junio (Mário) e Hernane (Gustavo). Técnico: Guto Ferreira

ESTUDIANTES: Andújar; Sánchez (Aguirregaray), González Pirez, Desábato e Dubarbier (Quintana); Marchioni, Damonte (Braña), Verón (Ivan Gomez) e Cejas (Diarte); Auzqui e Viatri. Técnico: Nelson Vivas

Comentários

Na volta de Verón, Estudiantes vence o Bahia pela Florida Cup

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.