Só dois times: conheça o menor campeonato do mundo, que tem clássico toda semana

Francisco De Laurentiis, do ESPN.com.br
Reprodução/Facebook
Ilhas Scilly Garrison Gunners Woolpack Wanderers
Jogadores do Garrison Gunners e do Woolpack Wanderers, os únicos times das Ilhas Scilly

Se você é um amante dos clássicos, as Ilhas Scilly são o lugar certo para estar.

É neste arquipélago inglês de apenas 16,33 km², com pouco mais de 2 mil habitantes, que ocorre o menor campeonato do mundo: a Isles of Scilly Football League, um incrível torneio que conta com só dois times, que se enfrentam todo domingo.

Ou seja: toda semana tem clássico!

Reconhecida pela FA (Associação de Futebol da Inglaterra), a liga é disputada no formato atual desde os anos 80 por dois ferrenhos rivais: o Woolpack Wanderers, maior campeão local, e o Garrison Gunners.

As equipes são definidas por meio de sorteio antes do início da temporada. Dois capitães tiram a sorte e escolhem seus jogadores em turnos alternados. Logo, não há qualquer amor à camisa em Scilly, com os atletas podendo virar a casaca anualmente.

Em seguida, os rivais se enfrentam todo domingo, por até 20 rodadas (dependendo das condições meteorológicas), e quem faz mais pontos é o campeão. Todas as partidas são disputadas no Garrison Field, na ilha de St. Mary's, a maior do arquipélago.

Além disso, ainda há outras três competições que são jogadas durante a temporada, que começa na primeira semana de outubro e costuma ir até março do ano seguinte.

O primeiro torneio é o Charity Shield, uma Recopa que abre a temporada. Depois, há duas copas: a Foredeck Cup, disputada em jogo de ida e volta (sem critério de gol marcado fora de casa), e a Seasalt Cup, considerado o campeonato mais eletrizante do ano, já que é em partida única, dando maior possibilidade para a rivalidade aflorar.

Reprodução/Google
Ilhas Scilly Mapa
Localização das Ilhas Scilly (marcada em vermelho) em relação à costa da Inglaterra

Na última temporada, houve equlíbrio total: o Garrison Gunners ganhou a liga (36 pontos contra 15 do adversário) e a Foredeck Cup (4 a 3 no agregado), enquanto o Woolpack Wanderers faturou o Charity Shield (vitória por 5 a 3) e a Seasalt Cup (triunfo por 4 a 3 nos pênaltis, depois de um animado 4 a 4 no tempo regulamentar).

Já na season atual, o Garrison segue sobrando novamente na liga: tem 22 pontos, contra só 7 do arquirrival. No último domingo, os Gunners mostraram sua força aplicando 6 a 3 no Woolpack Wanderers, na 9ª partida da menor liga do planeta.

Fora da temporada regular, também há possibilidade de fazer amistosos. Os adversários mais tradicionais são os observadores de pássaros, que vão ao arquipélago regularmente em outubro para avistarem espécies raras, e também equipes das divisões amadoras sediadas no extremo sudoeste da Inglaterra, como o Truro.

  • CONHEÇA QUEM ORGANIZA A MALUQUICE

Quem dá as cartas na Scilly Football League é Anthony Gibbons, um estoquista de supermercado de 31 anos. Ele é o único dirigente da liga, além de já ter defendido os dois clubes. Portanto, a responsabilidade para tudo sair nos conformes reside nele.

Nem tanta responsabilidade assim, na verdade...

Reprodução/Facebook
Ilhas Scilly Futebol
Gibbons em ação na liga de Scilly

"Sou o único dirigente da liga atualmente. Digamos que não é algo que toma muito tempo. Geralmente cuido do sorteio dos times, das tabelas e dou uma ajuda aos visitantes que querem conhecer nosso campeonato", conta Gibbons, em entrevista exclusiva ao ESPN.com.br.

O estoquista, que joga como zagueiro central, já atuou tanto pelo Gunners quanto pelo Wanderers, tendo conquistado todos os títulos possíveis da ilha desde sua estreia, há 10 anos, na temporada 2006/07.

Atualmente, ele está defendendo o Woolpack, time do qual é o segundo capitão: "Estamos bem atrás nessa temporada, mas ainda dá tempo de recuperar depois da parada de Natal", ressalta o cartola-jogador.

Gibbons relata que os clássicos costumam ser disputados em clima de amizade e confraternização entre os jogadores, que são todos amigos e colegas de trabalho na pequenina Hugh Town, maior povoado das Ilhas Scilly - ultimamente, os até os palavrões diminuíram, já que foi construído um parquinho atrás do Garrison Field.

Contudo, às vezes a rivalidade faz o sangue ferver.

"A grande maioria das partidas são jogadas de maneira muito amigável, mas vez ou outra os temperamentos mais fortes aparecem, assim como as frustrações podem fazer alguns ferverem. Eu não diria que chega a existir uma inimizade entre os times, mas com certeza há muita tiração de sarro no pub depois das partidas", ressalta.

"Somos todos amigos, já jogamos juntos nos mesmos times, já nos enfretamos muitas vezes... Não dá para dizer que há lealdade a nenhuma das camisas", brinca.

Reprodução/Facebook
Ilhas Scilly Futebol Garrison Gunners Vestiario
Vestiário do Garrison Gunners pronto para mais um clássico nas Ilhas Scilly

Depois das partidas, as rixas e risadas são compartilhadas no Scillonian Club, o pub local, onde os jogadores se juntam com suas famílias para almoçarem, tomarem uma cerveja e assistirem aos jogos da rodada de domingo Premier League.

Atualmente, os dois times contam com jogadores na faixa dos 20 e 30 anos, já que a geração mais velha das Ilhas Scilly, na casa dos 60 e 70, se aposentou no último ano.

Todos os atletas e o único árbitro local são moradores das Ilhas Scilly.

  • HISTÓRIAS MALUCAS SÃO FREQUENTES

Em um campeonato tão maluco como esse, o inusitado costuma acontecer com frequência. É normal, por exemplo, que um atacante tenha que jogar como goleiro um dia, se o arqueiro titular ficar preso no plantão do trabalho e não puder jogar.

"Eu mesmo gostava de jogar como atacante, mas me falaram que eu era melhor na defesa, então acabei virando zagueiro central. Para falar a verdade, não tenho certeza se sou melhor zagueiro que atacante...", diverte-se o atleta de final de semana.

Em outras oportunidades, acontecem coisas das quais até Deus duvida.

"Houve uma vez em que um jogador chamado Dave Mumford recebeu uma ligação urgente no meio de uma partida, com alguém dizendo que as vacas dele tinham escapado. Ele saiu do jogo, se trocou e saiu correndo para a fazenda dele", lembra.

Reprodução/Facebook
Ilhas Scilly Garrison Gunners Woolpack Wanderers Garrison Field
Todas as partidas são disputadas no Garrison Field, campo neutro na ilha de St. Mary's

"Só que, chegando lá, ele descobriu que não eram as vacas dele que tinham fugido, e sim as do vizinho. No fim, o time dele teve que jogar com 10 e acabou perdendo de goleada. Nós demos muita risada dele depois no pub", gargalha o estoquista.

A competição quem tem os jogos mais dinâmicos é a Seasalt Cup, disputada em jogo único, no qual tudo pode acontecer. Os placares elásticos são prova disso.

"O torneio favorito de todos é a Seasalt, porque geralmente são os melhores jogos, com maior disputa, e os placares mais altos. O do ano passado acabou 4 a 4, e meu time, o Garrisson Gunners, ganhou nos pênaltis. Foi uma grande festa", suspira.

O sonho do único dirigente do futebol das Ilhas Scilly é que a menor campeonato do mundo siga sendo a grande diversão local, independentemente de quem vença.

"Participar disso é uma grande diversão. No fim do dia, é algo divertido para a gente fazer nas manhãs frias de inverno", salienta Anthony Gibbons, enquanto se prepara para mais um turno de trabalho no estoque do supermercado de Hugh Town.

"Não é divertido como os jogos, mas pelo menos paga as contas", encerra.

Comentários

Só dois times: conheça o menor campeonato do mundo, que tem clássico toda semana

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.