Réver renasce após lesões e quebra jejum de 19 anos do Flamengo na zaga do Bola de Prata

Francisco de Laurentiis, Igor Resende e Rafael Valente, do ESPN.com.br
Bola de Prata: Pedro Geromel e Réver formam a dupla de zaga

"É a minha melhor fase física na carreira. Chega desse negócio de lesão".

Foi com essas palavras que Réver chegou ao Flamengo em junho deste ano. Mas era difícil simplesmente acreditar no que ele dizia. O zagueiro teve que provar dentro de campo que poderia mesmo jogar constantemente.

E ele provou. Renasceu para o futebol. Depois de temporadas arruinadas por lesões, que até o tiraram da Copa do Mundo de 2014, Réver voltou a jogar. E mostrou de novo que, quando está livre das contusões, é mesmo um dos melhores zagueiros do futebol brasileiro.

E, depois de 19 anos, ele voltou a colocar um zagueiro do Flamengo na seleção do Prêmio ESPN Bola de Prata SPORTINGBET. O último a ter tido a honraria havia sido Júnior Baiano, ainda em 1997.

Aos 31 anos de idade, Réver está de volta. E pronto para mostrar tudo que pode fazer mais uma vez

  • O REGULAMENTO

Jornalistas da Placar e da ESPN assistem a todas as partidas do Brasileirão e atribuem notas de 0 a 10 aos jogadores. Receberão a Bola de Prata os craques que tenham sido avaliados em pelo menos 19 partidas. Jogadores que deixaram o clube antes do fim do campeonato estarão fora da disputa. Em caso de empate, leva o prêmio quem tiver o maior número de partidas. Ganhará a Bola de Ouro aquele que obtiver a melhor média.

Comentários

Réver renasce após lesões e quebra jejum de 19 anos do Flamengo na zaga do Bola de Prata

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.