Jesus diz que levaria bairro todo a Manchester e revela que número de camisa pediu a Guardiola

ESPN.com.br
Torcida, título e Guardiola: veja a última entrevista coletiva de Gabriel Jesus no Palmeiras

Gabriel Jesus está de saída do Palmeiras para jogar no Manchester City, da Inglaterra. Um desafio totalmente novo na carreira do jovem atacante de apenas 19 anos, que já é titular absoluto da seleção brasileira comandada por Tite. Mas ele não viajará sozinho.

Nesta quarta-feira, em entrevista coletiva de despedida da equipe alviverde na Academia de Futebol, o jogador contou quem vai levar para morar com ele na Europa e fez questão de lembrar mais uma vez do bairro onde nasceu e passou toda sua infância: Jardim Peri, na zona norte de São Paulo.

"Se eu pudesse, eu levava todos que estão comigo desde meu crescimento. Sou muito conectado ao meu bairro, Jardim Peri, sempre que estou de folga em casa, eu vou para lá. Se pudesse, levava o bairro inteiro para lá, formava um Jardim Peri na Inglaterra (risos). É um lugar onde tenho paz. Estou indo com minha mãe, meu irmão e levando dois amigos que estão sempre comigo, jogaram bola comigo quando era pequeno. Espero que eles me ajudem muito lá", contou o extrovertido atacante.

Jesus voltou recentemente de viagem a Manchester, onde se encontrou com alguns de seus futuros companheiros, como os volantes Fernando e Fernandinho, compatriotas, e o treinador espanhol Pep Guardiola. Com toda personalidade que lhe é peculiar, já fez um pedido ao novo chefe sobre a numeração que deseja utilizar no City.

Clima de despedida e muito bom humor: Palmeiras se prepara para última rodada

"Tinha falado para eles que sem a 33 fica difícil (risos). Quero esse número porque uso desde que subi no Palmeiras", afirmou o atacante, que também jogou com a 12 neste ano, pela Libertadores. Como o número está vago, ele não deverá ter empecilhos para utilizá-lo a partir de janeiro.

Gabriel ainda aproveitou para comemorar o fato de futuramente poder contar com companheiros de equipe que falem português ou até mesmo espanhol, casos dos goleiros Claudio Bravo e Willy Caballero; dos defensores Nicolás Otamendi e Pablo Zabaleta; dos meias Jesús Navas e David Silva; além dos atacantes Nolito e Sérgio Aguero.

"Ainda bem que tem dois brasileiros, argentinos, espanhois, isso vai me ajudar muito. Muito contente com o empenho do treinador em fazer com que me adapte o mais rápido possível e consiga demonstrar meu futebol e siga jogando. Agora é ir para lá, curtir, descansar e, a partir do momento que começar a vestir a camisa, demonstrar meu melhor", falou.

Cleiton Xavier diz que saída de Gabriel Jesus é uma grande perda para o Palmeiras

"Vou me manter com a cabeça focada sempre para melhorar. O futuro a Deus pertence. Não sei o que vai acontecer, vou trabalhar muito e vou demonstar lá. Estou muito contente de estar podendo ter uma amizade com Fernandinho, Fernando, Guardiola... Me passaram tudo e vão me ajudar muito lá", garantiu.

Comentários

Jesus diz que levaria bairro todo a Manchester e revela que número de camisa pediu a Guardiola

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.