Copa Libertadores incha de novo e agora tem 47 clubes

ESPN.com.br
Getty
Atlético Nacional é o atual campeão da Libertadores
Atlético Nacional é o atual campeão da Libertadores

A Copa Libertadores de 2017 passou a ter nesta terça-feira 47 equipes participantes. E o Brasil acabou beneficiado, ao herdar uma vaga do México na fase de grupos. Os mexicanos desistiram de participar por causa do novo formato, e com isso abriram três oportunidades no torneio. Mas, para preenchê-las, a Conmebol optou por um novo inchaço.

A etapa de grupos continua a ter 32 participantes, como ocorreu nos últimos anos. E o Brasil vai ter direito a cinco representantes diretos: os quatro primeiros do Brasileirão e o campeão da Copa do Brasil - se o Atlético-MG vencer, o quinto colocado da Série A leva essa vaga. Além da Chapecoense, como campeã da Copa Sul-Americana.

Nas demais etapas, serão três fases até chegar aos grupos. Primeiro, seis clubes - de Bolívia, Equador, Paraguai, Peru, Uruguai e Venezuela - se dividem em três chaves de dois times cada, onde os três vencedores se classificam. Estes são os novos participantes.

Depois, esses três times encontram outros 13 (incluindo dois brasileiros), que se dividem em uma disputa de mata-mata até que restem apenas quatro. 

Os quatro times que perderem para esses quatro classificados à fase de grupos garantem, como consolação, quatro vagas na Copa Sul-Americana.

Libertadores 2017 sofre novas alterações de regulamento; veja quais são

Entre os brasileiros, estão garantidos na próxima Libertadores Palmeiras, Flamengo, Santos e Atlético-MG. A Chapecoense também estará na fase de grupos do torneio por causa do título da Sul-Americana. O Grêmio pode confirmar participação se vencer a Copa do Brasil. 

 

Comentários

Copa Libertadores incha de novo e agora tem 47 clubes

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.