Colômbia desconhece amistoso que CBF quer para ajudar Chapecoense

ESPN.com.br
Getty
Colômbia não sabe da ideia de amistoso com o Brasil
Colômbia não sabe da ideia de amistoso com o Brasil

Quase uma semana depois do desastre aéreo em Medellín, o presidente em exercício da Chapecoense, Ivan Tozzo, convocou entrevistas para explicar os rumos que o clube tomará a partir de agora. Entre vários assuntos abordados, o cartola falou da ideia da CBF em organizar um amistoso em janeiro entre Brasil e Colômbia com renda destinada ao time catarinense.

"A CBF vai doar R$ 5 milhões. Também deverá acontecer a realização de um jogo amistoso da seleção brasileira, ainda sem data marcada, para o início de 2017. Provavelmente será contra a Colômbia. E a renda seria destinada ao clube. É o melhor presente financeiro que poderíamos receber. Pode ser Maracanã ou até Chapecó", disse Tozzo.

A ideia parece boa, claro. Afinal de contas, as relações entre os dois países se estreitaram bastante por conta do acidente e de toda a ajuda prestada pelos colombianos.

Mas dois grandes problemas nisto tudo: o primeiro é a falta de Datas Fifa em janeiro e o segundo, até mais importante, é o desconhecimento da Colômbia dos planos da CBF.

Presidente da Chapecoense fala sobre remontagem de departamento de futebol e elenco

Em conversa com o jornal local El Tiempo, Ramón Jesurún, presidente da Confederação Colombiana de Futebol, disse que não tinha conhecimento de tal amistoso.

As duas seleções teriam muitos problemas em convocar jogadores, já que o futebol europeu seguirá normalmente. Se o jogo de fato acontecer, a tendência é de que ele aconteça sem as grandes estrelas dos dois países, apenas com atletas que atuem no futebol local.

Comentários

Colômbia desconhece amistoso que CBF quer para ajudar Chapecoense

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.