STJD concede efeito suspensivo, e Grêmio deve jogar final da Copa do Brasil na Arena

Gabriela Moreira, do ESPN.com.br
Para presidente do Grêmio, punição por 'comemoração entre pai e filha' é exagerada

Após a punição sofrida na última quarta-feira pelo STJD (Superior Tribunal de Justiça Desportiva), o Grêmio teve uma boa notícia nesta quinta-feira.

Depois de entrar com recurso pela manhã, o time gaúcho viu o tribunal lhe conceder efeito suspensivo da perda de mando de campo na final da Copa do Brasil, que ocorreu após a invasão de campo de Carol Portaluppi, filha do técnico Renato Gaúcho, ao fim da partida contra o Cruzeiro, pela semifinal da competição.

Mais cedo nesta quinta, aliás, a ESPN mostrou que a punição ao "Imortal" estava prestes a ser derrubada, já que a decisão foi considerada um "absurdo jurídico" e irritou membros do STJD.

O novo julgamento do caso deve acontecer no dia 24 de novemebro ou no dia 1º de dezembro. Caso ele seja realizado nesta segunda data, será somente após a partida de volta de decisão, o que permitiria ao Grêmio atuar sem problemas em seu estádio.

Antero detona punição do STJD ao Grêmio: 'Uma das coisas mais absurdas que eu já vi'

No entanto, se o processo acontecer no dia 24 e a punição for mantida, o clube gaúcho irá mesmo atuar fora de seu campo na partida contra o Atlético-MG.

O duelo de ida contra o "Galo" é no próximo dia 23, em Belo Horizonte.

Comentários

STJD concede efeito suspensivo, e Grêmio deve jogar final da Copa do Brasil na Arena

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.