Atual presidente do Barça não será denunciado em investigação sobre compra de Neymar

Gazeta Press
Getty
Bartomeu deve se livrar da investigação da compra de Neymar
Bartomeu deve se livrar da investigação da compra de Neymar

Atual presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu deverá se livrar de ser denunciado pela Justiça Espanhola na investigação que trata de encontrar irregularidades na transferência de Neymar do Santos ao Barcelona, em 2013, em transação que teria infringido regras do livre mercado de contratação de futebolistas.

Segundo fontes fiscais divulgadas pelo jornal Mundo Deportivo, o Ministério Público definiu que não existem indícios suficientes que apontem a uma participação de Bartomeu nas irregularidades que inflam o custo da transferências do brasileiro aos 83 milhões de euros.

Nas acusações que apontam contra o Barcelona pela aquisição de Neymar, há a alegação de que o jogador assinou contrato em 2011 com os culés e, aparentemente, recebeu 40 milhões de euros para garantir sua ida ao Barça dois anos mais tarde, o que teria impedido de o brasileiro estar no mercado de acordo com as regras da livre concorrência, o que agregou maior quantidade econômica para a transferência e constituindo crime de corrupção entre os partes envolvidas.

O caso foi aberto pela ação movida pela DIS, empresa que representa jogadores profissionais e que detinha 40% dos direitos federativos de Neymar, e que, de acordo com a acusação, deixou de cobrar 3,2 milhões euros que lhe correspondem.

Comentários

Atual presidente do Barça não será denunciado em investigação sobre compra de Neymar

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.