Não é a toa que Coutinho é chamado de Mago, diz Tite

Paulo Cobos, de Natal (RN) para o ESPN.com.br
Tite explica alteração de Willian por Coutinho e elogia Philippe: 'Não é chamado de mago à toa'

Tite justificou nesta quarta-feira a troca de Willian por Philppe Coutinho para o jogo contra a Bolívia, na quinta-feira, em Natal, pelas eliminatórias sul-americanas. Primeiro, ele elogiou a participação do jogador do Liverpool nos jogos contra Equador e Colômbia, quando substituiu o atleta do Chelsea. Depois, enumerou várias qualidades de seu novo titular.

"As duas entradas do Coutinho, o momento dele, a composição. Ele faz com maestria. Não foi só porque o adversário estava cansado. Mas a linha de passe que ele abre, a mobilidade, o senso criativo. Não é à toa que é chamado de Mago. O Willian é mais agudo, incisivo. Foi difícil pra mim também", falou o treinador, que depois elogiou a forma com Willian recebeu a notícia que seria reserva.

"Eles têm que competir sim. Mas ser leal. É pra ter personalidade forte. Willian tem isso. Sair da equipe, ser informado, ir lá e trabalhar forte", afirmou.

O treinador ainda alertou para o excesso de favoritismo do Brasil diante dos bolivianos. "A Bolívia só perdia e pegou o Chile e empatou. E o Chile era a grande equipe para todos nós", disse o treinador da seleção nacional.

Tite negou que exista a possiblidade de jogadores pendurados, como Neymar, forcem o cartão diante dos bolivianos. Se isso ocorresse, eles ficariam de fora do próximo jogo, contra a frágil Venezuela, e ficariam livres para enfrentar a Argentina, em novembro.

"Os três pontos com a Bolívia valem o mesmo que os três da Argentina. O objetivo é classificar. Vale igual. Se precisar levar oito cartões amarelos para ganhar da Bolívia vamos levar", completou o técnico, que também precisou falar sobre a volta de Fernandinho e Thiago Silva, que estavam no fracasso da Copa de 2014, à seleção.

"Todos nós perdemos no 7 a 1. Eu junto. A crônica brasileira também perdeu. Uns mais outros menos. Individualizar não. Fernandinho com o desempenho no City a ponto de ser elogiado pelo Guardiola, pela qualidade de passe. Não pode desqualificar por causa de uma circunstância. O Thiago nem jogou. É uma outra etapa, um outro círculo. Estamos tentando melhorar. Estamos procurando dar nossa parcela de contribuição", falou.

Comentários

Não é a toa que Coutinho é chamado de Mago, diz Tite

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.