Fim do ciclo: técnico italiano Ettore Ivaldi deixa comando da canoagem slalom

Gazeta Press
Divulgação/CBCa
Ettore Ivaldi fechou seu ciclo como técnico da seleção de canoagem slalom
Ettore Ivaldi fechou seu ciclo como técnico da seleção de canoagem slalom

Após cinco anos de trabalho, o italiano Ettore Ivaldi não comandará mais a canoagem slalom brasileira. O anúncio foi feito no site oficial da Confederação Brasileira de Canoagem (CBCa), mais cedo nesta quarta-feira.

"Com os investimentos nos últimos anos a canoagem slalom do Brasil deu um salto de qualidade gigantesco e, sem nenhuma dúvida, a contratação dos treinadores internacionais liderados pelo Ettore Ivaldi foram importantes nessa nova fase do esporte", declarou Argos Gonçalves Rodrigues, supervisor da modalidade na CBCa.

Entre alguns dos resultados expressivos conquistados pela canoagem brasileira sob o comando de Ivaldi, estão a classificação para os Jogos Olímpicos de Londres, em 2012 no K1 feminino, com a canoísta Ana Sátila, além de duas medalhas durante o Pan-Americano de Toronto, em 2015.

"A Canoagem Brasileira será eternamente grata pela participação profissional, amiga e eficaz de todos eles. Entretanto, precisamos nos adaptar a uma nova realidade econômica e, com isso, oportunizar às 'pratas da casa' a possibilidade de continuar os trabalhos tão bem realizados neste último ciclo", finalizou Rodrigues.

De acordo com a entidade, a CBCa se adaptará a uma nova estrutura, investindo em treinadores nacionais, dentre os quais ex-atletas de Ettore Ivaldi. A equipe que participará do próximo ciclo olímpico, visando Tóquio 2020, ainda será montada e divulgada pela instituição.

Comentários

Fim do ciclo: técnico italiano Ettore Ivaldi deixa comando da canoagem slalom

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.