Cego, brasileiro 'revive' Denílson contra turcos e comanda classificação no futebol de cinco

Thiago Cara, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
Getty
Ricardinho foi o destaque da vitória do Brasil sobre a Turquia nos Jogos Paralímpicos
Ricardinho foi o destaque da vitória do Brasil sobre a Turquia nos Jogos Paralímpicos

Não é à toa que Ricardinho já foi eleito por duas vezes o melhor jogador do mundo no futebol de cinco. Neste domingo, mais uma vez, o brasileiro impressionou com sua habilidade e comandou a vitória da seleção sobre a Turquia, por 2 a 0, na segunda rodada dos Jogos Paralímpicos do Rio.

Foi dos pés do camisa 10 que saiu o primeiro tento da partida, aos 13 minutos de jogo, e também o pênalti sofrido para o gol de Cássio na segunda etapa. Sempre pelo lado esquerdo, Ricardinho foi marcado de perto por dois ou três turcos. Mas o que fazer para tirar a bola dele? Seu controle impressiona...

"Quando botei na minha cabeça que queria ser jogador de futebol, treinei muito. Quem me conhece sabe: treinei muito, até sozinho dentro de casa, quebrei até muita coisa", brincou. "Eu nasci com esse dom. Futebol a gente não aprende. A gente nasce com o dom e desenvolve. Mas tem que treinar muito."

A imagem de um brasileiro cercado por turcos remete à outra, famosa, com Denílson também abusando de sua habilidade, marcado por diversos europeus na Copa do Mundo de 2002.

Getty
Denílson, na seleção brasileira, sendo marcado por diversos turcos na Copa de 2002
Denílson, na seleção brasileira, sendo marcado por diversos turcos na Copa de 2002

"Entrar em uma zaga como a da Turquia, muito fechada, requer paciência. Isso a gente ganha com o passar do tempo. Hoje nossa equipe está mais tarimbada", avaliou.

Ricardinho é cego desde os oito anos, quando teve deslocamento de retina, que o levou à cegueira total. Ao completar dez, iniciou no futebol de cinco, modalidade exclusiva para deficientes visuais e virou fenômeno. Já são dois títulos de melhor do mundo, em 2006 e 2014.

Ao contrário do que acontece no futebol, a eleição não é anual e acontece apenas em anos de Mundial, quadrienalmente. Na primeira vez que recebeu o prêmio, Ricardinho tinha apenas 16 anos. Já em 2014, ele foi campeão do torneio mais importante da modalidade com o Brasil.

O troféu é apenas um da galeria do jogador, que também já tem dois ouros em Jogos Paralímpicos, em Pequim 2008 e Londres 2012. No Rio, busca a terceira medalha.

Classificado - Depois de estrear batendo o Marrocos, a seleção brasileira chegou à seis pontos com a vitória deste domingo e já assegurou sua classificação para as semifinais. O duelo contra o Irã, vice-líder (quatro pontos), na terça-feira, decidirá quem avança na liderança do grupo A.

No Rio, oito seleções estão divididas em dois grupos, e os dois melhores de cada chave avançam para as semifinais. Os anfitriões aguardam agora por Argentina, China, México ou Espanha.

Comentários

Cego, brasileiro 'revive' Denílson contra turcos e comanda classificação no futebol de cinco

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.