Equatorianos falam em pressão para vencer Brasil de Tite: 'Já não mete mais medo'

Gazeta Press
EFE/José Jácome
Noboa Treino Equador 28/08/2016
Noboa durante treino da seleção do Equador

Sem moral no futebol mundial e, principalmente sul-americano, a seleção brasileira já não preocupa tanto os adversários nas eliminatórias da Copa de 2018.

Nesta terça-feira, uma publicação do jornal El Universo, um dos principais do país, afirmou que o Brasil "já não mete medo como em outros períodos" e que "o ânimo dos jogadores é o melhor dentro do Equador".

De acordo com a publicação, a equipe equatoriana já sabe como jogar contra o Brasil de Tite.

"Tudo se passará pela grande pressão que exercemos. Precisamos pressionar desde o primeiro minuto para não os deixar respirarem ou pensarem facilmente", comentou o meio-campista Cristhian Noboa, que joga no Rostov, da Rússia.

Veja os palpites do 'Linha de Passe' para Equador x Brasil

"Precisamos ter a posse de bola, ser protagonistas e, quando surgir uma oportunidade, fazer o gol", acrescentou o jogador.

Atualmente, o Equador vem muito bem nas eliminatórias, na segunda colocação com 13 pontos, enquanto o Brasil se apresenta fora da zona de classificação para a Copa, na sexta colocação, com nove.

O jogador acredita, contudo, que o Brasil ainda possui triunfos em seu elenco, pontuando a forte defesa e os contra-ataques.

Gustavo Hofman resume treino de bola parada de Tite

"Precisamos ter a posse de bola e, quando for possível, marcar os gols. Serão poucas oportunidades, porque eles têm uma grande defesa, além de possuir jogadores muito rápidos como Neymar, que podem mudar a partida a qualquer momento", analisou Noboa.

Além de Noboa, Fidel Martínez, volante da equipe, também vê as próximas partidas (Brasil e Peru) com otimismo.

Com numeração divulgada, Flávio Ortega traz as novidades da seleção brasileira

"Estamos motivados e seguros de que vamos conseguir um bom resultado. Vamos jogar com garrar para seguir somando pontos e continuar no topo das eliminatórias", pontuo Martínez. "Jogamos em nossa casa, queremos os seis pontos", acrescentou Noboa.

Suspenso do duelo contra o Brasil, o lateral Antonio Valencia, do Manchester United, apontou que o Brasil vem crescendo de produção e que não será fácil vencer, mas que a equipe precisa seguir pensando que, se estiverem concentrados, conseguirão um bom resultado.

Comentários

Equatorianos falam em pressão para vencer Brasil de Tite: 'Já não mete mais medo'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.