Maiores clubes do eSport brasileiro criam associação para profissionalização da classe

ABCDE
Representantes das organizações associadas à ABCDE em evento inauguratório
Representantes das organizações associadas à ABCDE em evento inauguratório

Na tarde de hoje (25), as oito maiores organizações do eSport brasileiro anunciaram a criação da Associação Brasileira de Clubes de eSports (ABCDE), que tem como objetivo representar os clubes, profissionalizar a classe e fomentar o esporte eletrônico no país.

Fundada pelos clubes da Big Gods, CNB eSports, INTZ eSports, KaBuM! eSports, Keyd Stars, Operation Kino, paiN Gaming e Red Canids, a iniciativa contará com uma política de participação para orientar outros clubes, organizadores, patrocinadores, investidores e desenvolvedoras com a definição de parâmetros para campeonatos (presenciais ou online), ligas, negociação de patrocínios, eventos e afins.

A ABCDE também pretende participar de negociações de direitos de imagem para canais de transmissão, além de colocar no mesmo patamar e ajudar a expandir todas as organizações - das mais antigas às mais novas.

"O que queremos fazer é ter uma linha muito mais fácil de comunicação, na qual a todo momento será possível falar rapidamente com todos os clubes", afirmou Lucas Almeida, diretor do INTZ e eleito pelo conselho como primeiro presidente da ABCDE. "Temos tido cada vez mais ideias e projetos, e a parte interessante é que todos os clubes podem fazer isso juntos".

Para Beto Vides, diretor de marketing da paiN Gaming e vice-presidente da ABCDE, a associação é uma prova da maturidade das organizações, que até pouco tempo não conseguiam se imaginar sentando conversando por horas sobre problemas e seus interesses em comum.

"Essa união mostra uma evolução, mostra uma maturidade dos clubes nesse mercado que é novo se comparado com outros mercados esportivos", explicou. "A ideia é que a gente sente na mesa e negocie em nome de todos os clubes, do segmento, para garantir que a regularidade continue acontecendo nas partidas, garantir que o show continue existindo, que os números existam e que o espetáculo continue ocorrendo".

Apesar de recente, a ABCDE já tem seu primeiro filiado aspirante, a Remo Brave e-Sports. Para se filiar, a associação solicita a adoção de diretrizes como transparência, prestação de contas, equidade e responsabilidade corporativa. Além disso, é necessária a apresentação Certidões Negativas de Débitos (CNDs) Federal, Estadual, de FGTS e Trabalhista.

"A nossa missão, agora, é contar com ainda mais clubes e ajudá-los a crescer de maneira profissional e sustentável", definiu Lucas.

A ABCDE também garantiu que a união dos clubes não afetará o caráter competitivo dos times nas modalidades em que as organizações estão presentes, mas que pretende garantir o fair play e ajudar na melhora de estrutura de campeonatos com a criação de diretrizes e comunicação mais eficiente, além de atrair mais investimentos para a área.

A opinião da Riot Games

Roberto Iervolino, Gerente Regional da Riot Games Brasil, estava presente no evento de anúncio da ABCDE e afirmou que a desenvolvedora vê com bons olhos a união dos clubes para defesa de seus interesses em comum.

"É uma evolução natural e a gente acha ótimo a profissionalização geral do cenário (...) Facilita para gente em uma série de pontos como comunicação e discussão de aspectos que tocam a todos", confessou. "Conversamos antes do anúncio e eles explicaram os objetivos do grupo, e agora estamos nos reunindo praticamente toda semana para falar sobre pontos do campeonato de 2017".

Questionado sobre a possibilidade da associação causar mudanças nos papeis executados hoje pelos clubes e pela desenvolvedora, Iervolino foi categórico: "A discussão de papeis entre a associação e a Riot é útil, mas como é um começo ainda não chegamos a um grande ponto pra discutir, mas acho que será uma discussão frequente".

Comentários

Maiores clubes do eSport brasileiro criam associação para profissionalização da classe

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.