Allan do Carmo lamenta 18º lugar, mas exalta crescimento da maratona aquática

EFE
Lintao Zhang/Getty Images
Allan Do Carmo não conseguiu um grande resultado
Allan Do Carmo não conseguiu um grande resultado

Dono de duas medalhas em Mundiais, o brasileiro Allan do Carmo lamentou ter completado a prova de 10 quilômetros da maratona aquática nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro apenas em 18º lugar nesta terça-feira, mas destacou o crescimento da modalidade no país, que culminou com o bronze obtido na véspera por Poliana Okimoto.

"Desde 2009 o Brasil vem tendo grandes resultados, independentemente do atleta. É um trabalho contínuo que o Brasil vem fazendo, o que mostra que não é uma surpresa o resultado da Poliana. É um trabalho em que se deve acreditar, deu resultado em todo o último ciclo olímpico. É uma geração vitoriosa", comentou Allan, que tem uma prata e um bronze do Mundial na prova de 5 quilômetros por equipes.

Em 1min, assista ao resumo da participação brasileira no 11º dia da Rio 2016

O brasileiro se mostrou bastante emocionado na zona mista de entrevistas montada na praia de Copacabana, principalmente depois de ter sido aplaudido por torcedores presentes na orla.

"Fica a tristeza pelo resultado, mas a felicidade de ter dado meu máximo, que era minha promessa", disse Allan, sem esconder as lágrimas em seguida.

"O reconhecimento ali no final me comoveu bastante. Todo mundo fortalecendo e parabenizando pelo resultado, mesmo não sendo um grande resultado, mas todo mundo reconheceu o esforço, e era isso que eu queria", completou.

Comentários

Allan do Carmo lamenta 18º lugar, mas exalta crescimento da maratona aquática

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.