Após acidente no Parque Olímpico, câmeras suspensas têm uso interrompido

Gazeta Press
Divulgação/Prefeitura do Rio
parque olimpico rio de janeiro divulgacao prefeitura
Acidente muda planejamento no Parque Olímpico, no Rio de Janeiro

Após uma câmera aérea cair e deixar sete pessoas ferias na Arena Carioca 2, no Parque Olímpico, nessa segunda-feira, o Comitê Rio 2016 decidiu interromper o uso dos equipamentos suspensos.

De acordo com o diretor de comunicação do Rio 2016, Mário Andrada, as câmeras externas não serão usadas por conta do ocorrido. Aquelas localizadas em arenas não foram afetadas. A intenção é suspender o uso do equipamento até que se tenha certeza do que gerou o acidente.

A câmera pertence a Olympic Broadcasting Services (OBS), que detém os direitos sobre a transmissão dos Jogos Olímpicos. Segundo o porta voz Mark Adams, a empresa segue investigando o que aconteceu.

Segundo a OBS, por volta de 13h30, uma das duas cordas que segurava a câmera se rompeu. A área foi evacuada para que a câmera fosse recuperada, mas a segunda corda que segurava o objeto também quebrou, fazendo com que a câmera caísses de uma altura de 20m. Imagens da TV mostram o objeto "voando" antes de encontrar o chão.

 

Comentários

Após acidente no Parque Olímpico, câmeras suspensas têm uso interrompido

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.