Mais um! Biles é campeã do individual geral na ginástica; Rebeca termina em 11º

Bianca Daga, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
Elsa/Getty Images
Simone Biles foi campeã com notas altas
Simone Biles foi campeã com notas altas e levantou o público 

Já com a medalha de ouro ‘no peito' depois de serem campeãs por equipes com os Estados Unidos, duas ginastas do país dono da ginástica artística feminina nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro conquistaram mais uma cada nesta quinta-feira. O fenômeno Simone Biles foi campeã do individual geral, com Alexandra Raisman com a prata. Ao lado das feras na final, que prazer: a brasileira Rebeca Andrade, estreante de 17 anos, foi a 11 colocada.

O Brasil também teve Jade Barbosa na briga por medalha na Arena Olímpica, mas a experiente ginasta deixou a competição depois de sofrer lesão no solo. O dia era mesmo da novata, que começou sua carreira no esporte por acaso. Como a mãe trabalhava muito, Rebeca às vezes ia com a tia ao ginásio onde ela trabalhava, em Guarulhos (SP). Foi assim, sem querer, que começou a dar suas piruetas aos quatro anos.

Rebeca Andrade começou suas apresentações decisivas no salto, e que pressão: as norte-americanas favoritas Simone Biles e Alexandra Raisman estavam no mesmo aparelho. Primeira a se apresentar, a brasileira fez bonito, acertou o salto e, com pequeno passo na aterrisagem, recebeu 15.566.

O segundo aparelho foi o ponto fraco do Brasil, as barras assimétricas. E dessa vez, de fato ele atrapalhou. Rebeca tinha conseguido ótima na disputa classificatória, no primeiro, dia: 14.933. No entanto, na decisão não foi tão bem aos olhos dos juízes, apesar de não cometer nenhum erro grave, e teve 14.033.

Na sequência, veio a trave. Nas classificatórias, Rebeca tinha conseguido 14.200. Mas na final não repetiu seu melhor desempenho. Apesar de cravar a saída, teve dois desequilíbrios grandes, e a nota foi baixa, 13.600. Ao final da terceira rotação, a brasileira estava na oitava colocação.

Para fechar a decisão a ginasta do Brasil brilhou no solo. Ao som de Beyoncé, foi ovacionada pela torcida, acertou todos os movimentos, cravou a saída, mas tirou só 13.766 dos árbitros.

A ginástica artística feminina do país ainda não encerrou sua participação nos Jogos Olímpicos do Rio. No dia 15, a partir das 15h46 (de Brasília), Flávia Saraiva, caçula da equipe, com 16 anos, vai competir na final da trave.

Comentários

Mais um! Biles é campeã do individual geral na ginástica; Rebeca termina em 11º

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.