Brasileiro e argentino trocam agressões em jogo de Del Potro e são retirados da quadra

Gustavo Faldon e Jean Pereira Santos, do Rio de Janeiro (RJ), para o ESPN.com.br
Jean Pereira Santos/ESPN.com.br
Matias Oliveira, torcedor que trocou socos com brasileiro
Matías Oliveira, torcedor que trocou socos com brasileiro em jogo de Del Potro

Um torcedor brasileiro e outro argentino trocaram agressões e foram retirados por agentes da Força Nacional de Segurança da quadra central do Complexo Olímpico de Tênis, na Barra, durante o jogo entre Juan Martín Del Potro e João Sousa na tarde desta segunda-feira.

A reportagem do ESPN.com.br presenciou a briga e, depois, conversou com os dois envolvidos na confusão. As versões são conflitantes.

O brasileiro, Rafael, de 27 anos e que pediu para não ter sobrenome e profissão citados, alegou que estava apenas pedindo silêncio a Matías Oliveira, de 43 anos e que, assim como outros compatriotas, gritava muitas palavras de apoio para Del Potro, argentino, e até entrava no coro feito por uma turma maior de seu país que estava do outro lado da quadra.

"Eu só estava pedindo silêncio, fazendo xiu, xiu, aí ele virou e me deu um murro, cara", afirmou o brasileiro.

Já Matías, que não negou o soco, mora em Buenos Aires e está com a filha de 15 anos no Brasil há dois dias para ver eventos da Olimpíada, disse: "Ele que começou, foi ele, ele ficava me dando tapas na cabeça, assim, assim [fazendo gestos com a mão]."  

O capitão Malheiros, da Força Nacional de Segurança, explicou o procedimento em casos como este. "Houve uma via de fato [quando há troca de agressão], então o certo seria retirá-los daqui e colocá-los na rua, mas quem garante que eles não vão brigar lá fora? Então, é melhor tentar resolver aqui."

Para levar ambos a uma delegacia, ele explicou que precisava que alguma das partes fizesse uma representação, algo como prestas queixa, o que nenhum queria fazer.

A decisão tomada foi a de permitir que os dois voltassem a assistir a partida, mas em lugares bem afastados - o que não era problema por conta da grande quantidade de cadeiras vazias. Mas ao menos o brasileiro não estava disposto a retornar. 

Meligeni analisa tênis 'absurdo' de Del Potro e diz: 'Djokovic sair chorando é a cena da Olimpíada até aqui'

Desde o início do jogo, argentinos e brasileiros presentes na quadra central trocaram farpas, com os primeiros tendo suas músicas e gritos de apoio a Del Potro abafados por vaias dos segundo. 

No fim do segundo game da partida, o que era apenas provocação virou agressão de fato, fez a partida ser interrompida e todos nas arquibancadas voltarem suas atenções para o entrevero.

A torcida aplaudiu a retirada dos dois.

Comentários

Brasileiro e argentino trocam agressões em jogo de Del Potro e são retirados da quadra

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.