Palmeiras bate Vitória, recupera liderança e só não ganha 1º turno se Corinthians golear

ESPN.com.br
Veja os gols da vitória do Palmeiras sobre o Vitória por 2 a 1

O Palmeiras está de volta à liderança do Campeonato Brasileiro.

Neste domingo, o clube alviverde desperdiçou um pênalti, mas ainda assim fez valer sua força no Allianz Parque e bateu o Vitória por 2 a 1, em partida válida pela 19ª rodada do torneio, a última do primeiro turno.

O time paulista é o melhor mandante do campeonato, com oito vitórias, um empate e somente uma derrota (para o Atlético-MG) em casa até agora.

O resultado leva os palmeirenses aos 36 pontos, ultrapassando o Flamengo e retomando a ponta da tabela. Já o Vitória segue com 22 pontos, em 14ª.

O clube palestrino, que tem +15 de saldo, só não fatura o primeiro turno se o Corinthians (saldo +13) golear o Cruzeiro por ao menos três gols de diferença, em partida marcada para esta segunda-feira, às 21h (horário de Brasília).

SERGIO BARZAGHI/Gazeta Press
Lucas Barrios Comemora Gol Cuca Palmeiras Vitoria Campeonato Brasileiro 07/08/2016
Lucas Barrios comemora seu gol com o técnico Cuca

Um dos nomes do jogo foi o atacante Lucas Barrios, que começou no banco, mas entrou ainda no início do primeiro tempo, depois que Leandro Pereira se machucou. O paraguaio inaugurou o placar aos 30 minutos, marcando o 100º tento alviverde da história do Allianz Parque. Curiosamente, Barrios também se lesionou, dando lugar depois a Rafael Marques.

Antes disso, porém, Kanu havia cometido pênalti, que o meia Jean bateu mal, facilitando a defesa do bom goleiro Fernando Miguel.

No segundo tempo, Cleiton Xavier ampliou para os palmeirenses, aproveitando ótimo cruzamento de Dudu - que inclusive foi o capitão do time neste domingo.

Num lance de muito azar, Thiago Martins fez contra e o Vitória conseguiu diminuir a diferença, mas os donos da casa seguraram a vantagem até o fim e venceram.

A partida também marcou a estreia do goleiro Jaílson, que assumiu a titularidade na meta palmeirense depois da falha de Vagner contra a Chapecoense. Ele se destacou principalmente com uma linda defesa nos acréscimos, garantindo a vitória.

ALE VIANNA/Agência Eleven/Gazeta Press
Jailson Defesa Palmeiras Vitoria campeonato Brasileiro 07/08/2016
Goleiro Jaílson ganhou a vaga de Vagner, que falhou contra a Chapecoense

Na próxima rodada, o Palmeiras visita o Atlético-PR, segundo melhor mandante do Campeonato Brasileiro, no domingo, às 18h30 (horário de Brasília).

Um dia depois, às 21h, o os baianos recebem o Santa Cruz.

O jogo

O primeiro tempo foi de amplo domínio do Palmeiras, mas os poucos espaços dados pela defesa também abriram espaço para o goleiro Jailson mostrar serviço a Cuca. Uma das desatenções ocorreu aos seis minutos, após Kieza aproveitar bola mal afastada pela defesa e finalizar no centro da área. O arqueiro, bem posicionado, operou um milagre com os pés e foi ovacionado pelos torcedores que encheram o Allianz Parque.

Zé Elias elogia Jaílson e fala sobre oscilações do Palmeiras: 'É normal de um time em formação'

O susto logo foi superado. O Verdão se mantinha com a bola no campo de ataque e acuava a defesa do Vitória, embora os atacantes Erik e Leandro Pereira deixassem a desejar. O cenário mudou para melhor após os 23 minutos, quando Leandro Pereira sentiu lesão no joelho e deu lugar a Lucas Barrios. A torcida ignorou a situação e comemorou a entrada do paraguaio, que ouviu pedidos de Cuca para jogar de pivô.

Aos 28, Erik aproveitou sobra de bola na entrada da área e finalizou cruzado, mas o chute foi para fora. Dois minutos depois, o Verdão trocou passes no campo de ataque e conseguiu um pênalti a seu favor. O zagueiro Kanu se perdeu no lance e derrubou Cleiton Xavier. Batedor oficial de Cuca, Jean chutou fraco e rasteiro, quase no centro do gol, e teve a cobrança defendida por Fernando Miguel - o lateral não perdia um pênalti desde 2012, quando ainda jogava pelo Fluminense e também era cobrador.

Foi pênalti? Goleiro adiantou? Zé Roberto merecia vermelho? Salvio analisa Palmeiras x Vitória

O Vitória voltou assustar aos 34 minutos, após Marinho cobrar falta da direita e Kanu cabecear no chão. Jailson, no entanto, fez sua estrela brilhar novamente. Jean, no lance seguinte, respondeu para o Palmeiras e exigiu a defesa de Fernando Miguel.

Já aos 37, Barrios se reencontrou com as redes ao aproveitar rebote do goleiro. Após escanteio cobrado da direita, Fernando Miguel não segurou uma conclusão de letra de Moisés e permitiu que o paraguaio anotasse seu primeiro gol neste Brasileiro.

Luis Moura/Wpp/Gazeta Press
Cleiton Xavier Comemora Gol Palmeiras Vitoria Campeonato Brasileiro 07/08/2016
Cleiton Xavier fez o segundo gol do Palmeiras

O embalo refletiu na atuação palmeirense no segundo tempo. Aos quatro minutos, Barrios lançou da esquerda para Dudu, que dominou na outra extremidade do campo. O camisa 7 fez o cruzamento e Cleiton Xavier surgiu entre os zagueiros, no miolo da área para anotar o segundo gol. Durante a comemoração, Barrios acusou uma lesão e deu lugar a Rafael Marques.

Aos 12, Jailson voltou a praticar uma defesa difícil, mas o árbitro invalidou o lance ao flagrar impedimento de Kanu. Aos 21, Dudu rolou na entrada e Moisés finalizou com força, obrigando Fernando Miguel a espalmar para longe. Cuca, aos 24, decidiu poupar Cleiton Xavier e promoveu a entrada de Allione.

A alteração diminuiu o ímpeto do Palmeiras e permitiu o crescimento do Vitória. Aos 29 minutos, Vander passou pela defesa na lateral esquerda e chutou forte para o gol. Jailson conseguiu praticar a defesa e espalmou para o lado, mas o zagueiro Thiago Martins se atrapalhou no lance e empurrou a bola para as próprias redes.

O Palmeiras tomou ciência do risco que corria e voltou a atacar nos minutos finais. Aos 38 minutos, Dudu cruzou rasteiro e Erik por pouco não completou de carrinho para as redes. No lance seguinte, Allione foi lançado por Dudu e driblou Fernando Miguel, mas chutou para fora a última chance criada pelo Verdão na partida. Nos minutos finais, Jailson se esticou inteiro e defendeu chute de Euller para garantir os três pontos.

Para Antero, com oscilação nas últimas rodadas, Palmeiras hoje é um time 'esquisito'

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 2 x 1 VITÓRIA

Local: Allianz Parque, em São Paulo-SP
Data: 7 de agosto de 2016, domingo
Horário: 16h (horário de Brasília)
Público: 30.330 torcedores
Renda: R$ 1.975,055,20
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Auxiliares: Nadine Schramm Camara Bastos (Fifa-SC) e Helton Nunes (SC)
Cartões amarelos: Tchê Tchê e Zé Roberto (PAL); Victor Ramos, Marinho, Kanu e Euller (VIT)

GOLS
PALMEIRAS: Lucas Barrios, aos 36 minutos do primeiro tempo; Cleiton Xavier, aos 5 minutos do segundo tempo
VITÓRIA: Thiago Martins (contra), aos 29 minutos do segundo tempo

PALMEIRAS: Jaílson; Jean, Thiago Martins, Vitor Hugo e Zé Roberto; Tchê Tchê, Moisés e Cleiton Xavier (Allione); Erik, Dudu e Leandro Pereira (Lucas Barrios) (Rafael Marques) Técnico: Cuca

VITÓRIA: Fernando Miguel; Diego Renan, Victor Ramos, Kanu, e Euller; José Welisson (Serginho), Willian Farias, Flávio (Vander) e Cárdenas (David); Marinho e Kieza Técnico: Vagner Mancini

Comentários

Palmeiras bate Vitória, recupera liderança e só não ganha 1º turno se Corinthians golear

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.