Com homenagem de Anderson, Minotauro se torna 2º brasileiro no Hall da Fama do UFC

Igor Resende, de Las Vegas (EUA), para o ESPN.com.br
Getty
Brasileiro
Brasileiro foi um dos responsáveis pela explosão do MMA no mundo

Rodrigo Minotauro está oficialmente eternizado na história do MMA. Ele foi introduzido neste domingo no Hall da Fama do UFC e se tornou o segundo brasileiro a ter essa honra. E quem discursou antes de ele ser homenageado foi ninguém menos que Anderson Silva - além de Rogério Minotouro, seu irmão gêmeo.

Não por menos, é claro. Minotauro foi um dos grandes responsáveis pela explosão do MMA no mundo. Ele dominou a ‘era do Pride' com batalhas épicas e vitórias que pareciam impossíveis. Depois, ainda conseguiu se consagrar como campeão interino do UFC, se tornando um dos poucos a conseguir cinturões nas duas principais organizações de MMA do mundo.

Antes de Minotauro, só Royce Gracie havia tido a honra de ser homenageado. E isso ainda antes da ‘reativação' do Hall da Fama, há dois anos.

Um dos momentos mais emocionantes do domingo foi quando Mark Coleman foi introduzido pela segunda vez no Hall da Fama. Ele, que já fazia parte da ‘Ala da Era dos Pioneiros, agora também faz parte da ‘Ala das Lutas'. Com uma derrota, é verdade. Graças a luta em que ele foi nocauteado por Pete Williams, que também foi agraciado hoje, claro, em 1998, no UFC 17.

"É uma honra tremenda estar aqui. Esse é o melhor esporte de todos os tempos. De todos os tempos! Achei que ia ser estranho estar aqui. É muito emocionante, não estranho. Ninguém gosta de um perdedor. Mas entrar naquele octógono... não tem nada igual!", disse, sem conseguir esconder o choro e levantando todo o público presente.

Depois, Coleman ainda chorou muito ao lembrar de Kevin Randleman, que morreu este ano. "Ele era meu parceiro, meu melhor amigo. E merece estar aqui. Então, UFC, coloque-o no Hall da Fama!", disse, aos prantos.

A luta foi premiada com bastante justiça. Pete aceitou o combate com apenas duas semanas de antecedência e todos esperavam que ele fosse massacrado. E ele até foi. Por boa parte do combate, até acertar um incrível chute na cabeça de Coleman, que caiu completamente nocauteado.

O último lutador ‘premiado' foi Don Frye, introduzido na ‘Ala dos Pioneiros'. Ele ganhou dois dos torneios iniciais do UFC, daqueles que eram disputados em uma só noite.

O domingo ainda homenageou Bob Meyrowitz, introduzido no Hall da Fama na ‘Ala dos Contribuidores', daqueles que ajudaram o esporte sem entrar no octógono. Bob é um dos co-fundadores do esporte, junto com Rorion Gracie. Ele, porém, continuou por mais tempo como dono da companhia, até vendê-la para os irmãos Fertitta. Meyrowitz também foi peça fundamental por colocar o UFC na TV dos Estados Unidos, na SEG.

Comentários

Com homenagem de Anderson, Minotauro se torna 2º brasileiro no Hall da Fama do UFC

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.