Quem são os hooligans do leste europeu que assustam e envergonham a Eurocopa

Francisco De Laurentiis, de Paris (FRA), para o ESPN.com.br
Carl Court/Getty Images
Torcida Russia Briga Lille 15/06/2016
Policiais atiram spray de pimenta em hooligans russos em Lille

Nesta segunda-feira, a Rússia entra em campo às 16h (horário de Brasília), contra País de Gales, para decidir seu futuro e tentar se classificar às oitavas de final na Eurocopa 2016. Além do futebol ruim, a equipe ficou com imagem negativa devido ao comportamento de parte de seus torcedores, os chamados ultras, que vieram à França só para brigar, tanto dentro quanto fora dos estádios.

Outros países do leste europeu, como Croácia e Hungria, também estão sofrendo com o comportamento dos hooligans, que estão sendo alvo de investigação pelo Comitê Disciplinar da Uefa (União das Federações Europeias de Futebol).

Os russos, porém, foram quem mais envergonharam a Euro até agora. Eles começaram um tour de brigas em Marselha, no sul do país, antes e depois do jogo contra a Inglaterra, e depois seguiram promovendo confrontos em Lille, onde seu país jogou contra a Eslováquia.

Na cidade do nordeste francês, brigaram tanto com eslovacos como com ingleses e galeses que estavam hospedados na localidade enquanto esperavam o clássico britânico no dia seguinte, em Lens, a 40km dali. Promoveram cenas lamentáveis de violência e vandalismo, e as brigas vararam a madrugada, com muito spray de pimenta e gás lacrimogêneo, além de prisões e internações no hospital.

Mikhail Japaridze/TASS via Getty Images
Alexander Shprygin Desembarca Aeroporto Moscou Russia 18/06/2016
Alexander Shprygin foi recebido como herói

A polícia demorou, mas reagiu contra os ultras. Nos últimos dias, mais de 20 foram presos e em seguida deportados de volta para seu país, inclusive Alexander Shprygin, presidente da Associação de Torcedores da Rússia. Ele chegou no sábado a Moscou, e foi recebido como um verdadeiro herói, enrolado em uma bandeira nacional e ganhando até coletiva de imprensa.

Atualmente, a seleção da Rússia está advertida pela Uefa, e pode ser eliminada da Euro (ou perder pontos nas eliminatórias para o próximo torneio continental) caso seus torcedores voltem a brigar dentro de estádios. A URF (União Russa de Futebol) também já teve que pagar uma multa de 150 mil euros (cerca de R$ 580 mil) pelas brigas entre torcedores dentro do estádio Vélodrome, em Marselha.

Violência na Euro: Membro da Federação Russa diz que 'Homens precisam saber como se defender'

Os apontados como maiores culpados pelas cenas lamentáveis na França são os membros do grupo Orel Butchers ("Açougueiros de Orel"), famoso por ações violentas em partidas de futebol. Durante a Euro, eles foram vistos aos montes, sempre usando camisas pretas com as incrições "Storm over Europe. Tour de France. Fuck Euro 2016", ou "Tempestade sobre a Europa. Tour da França. F...-se a Euro 2016".

Confira na foto abaixo:

LEON NEAL/AFP/Getty Images
Torcida Russa Briga Lille 14/06/2016
Ultras do grupo 'Orel Butchers', famoso na Europa por violência no futebol

Na Rússia, porém, os casos de violência durante a Euro estão sendo levados até com bom-humor e ironias do presidente Vladimir Putin. Em um fórum econômico em São Petersburgo, o presidente disse que as cenas de violência são uma "desgraça", mas aproveitou para cutucar: "Não entendo como 200 torcedores nossos conseguiram dar uma surra em milhares de ingleses", brincou, arrancando risadas.

Croatas e húngaros

Mas os russos não foram os únicos a aprontarem.

Na última sexta, ultras croatas atiraram sinalizadores em campo durante a partida contra a República Tcheca e fizeram a partida ficar paralisada por cinco minutos. Os jogadores tiveram que intervir e pedir para que eles parassem, mas a algazarra seguiu. Os seguranças também tiveram que entrar em ação para apartar brigas.

EFE/EPA/ROBERT GHEMENT
Torcida Croacia Sinalizadores Rojoes Euro-2016 Republica Tcheca 17/06/2016
Polícia observa torcedores da Croácia

No fim das contas, a República Tcheca acabou se dando melhor com a pausa, aproveitou a desconcentração dos croatas e empatou o jogo em 2 a 2 logo após a bola rolar. O incidente causou a fúria do técnico da seleção xadrez, Ante Cacic, que chamou os torcedores de "hooligans, nazistas e terroristas". Os jogadores, por sua vez, culparam os fãs pelo empate.

A verdade, porém, é que os ultras queriam mesmo que a Croácia se desse mal contra os tchecos. Capitaneados pelos organizadores do Hajduk Split, grupo de uniformizados mais antigos, parte dos torcedores que foi à França quer na verdade atrapalhar os planos da seleção, já que estão brigados há tempos com a HNS (Federação Croata de Futebol), a quem acusam de corrupção.

Os dirigentes, como o ex-jogador Davor Suker, que presidente a entidade, por sua vez, dizem que estão tentando aos poucos acabar com os ultras no futebol local. Mas o fato é que os bagunceiros prometem aprontar de novo no jogo contra a Espanha, terça.

ANNE-CHRISTINE POUJOULAT/AFP/GettyImages
Hooligan Hungria Islandia Euro-2016 18/06/2016
Grupo de ultras da Hungria promoveu confusão no jogo contra a Islândia

Enquanto isso, a Uefa abriu investigação em cima da Croácia, pelo comportamento de seus torcedores, e deve aplicar multa pelos incidentes em Saint-Étienne.

Na Hungria, que estava há décadas afastada das grandes competições, a situação é parecida. No último sábado, hooligans do país, capitaneados pelo grupo Carpathian Brigade, também famoso pela violência no futebol europeu, promoveu brigas durante o jogo contra a Islândia, e fez com que a Uefa iniciasse processo de investigação sobre a Federação Húngara, que também deve ser multada e advertida pela Uefa.

Brigas entre hooligans já provocaram 323 prisões desde o início da Eurocopa

FICHA TÉCNICA
RÚSSIA x PAÍS DE GALES

Local: Estádio de Toulouse, em Toulouse (França)
Data: 20 de junho de 2016, segunda-feira
Horário: 16h (horário de Brasília)
Árbitro: Jonas Eriksson (SUE)
Auxiliares: Mathias Klasenius e Daniel Wärnmark (ambos SUE)

RÚSSIA: Akinfeev; Smolnikov, Berezutski, Ignashevich e Schennikov; Neustädter, Golovin e Shatov (Glushakov); Smolov, Kokorin e Dzyuba Técnico: Leonid Slutsky

PAÍS DE GALES: Hennessey; Davies, Williams e Chester; Gunter, Ledley, Allen, Ramsey, Bale e Taylor; Robson-Kanu Técnico: Chris Coleman

Comentários

Quem são os hooligans do leste europeu que assustam e envergonham a Eurocopa

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.