Técnico croata chama torcedores de 'nazistas, hooligans e terroristas'; Uefa investigará

Francisco De Laurentiis, de Paris (FRA), para o ESPN.com.br
Clive Brunskill/Getty Images
Mandzukic Torcida Croacia Sinalizadores Rojoes Euro-2016 Republica Tcheca 17/06/2016
Atacante Manduzkic ajuda a remover sinalizadores do gramado

O técnico da Croácia, Ante Cacic, detonou os torcedores da Croácia que atiraram sinalizadores no campo durante o empate por 2 a 2 com a República Tcheca, nesta sexta-feira, no estádio Geoffroy Guichard, em Saint-Étienne.

O treinador culpou os fãs diretamente pelo gol de empate dos tchecos, já que, antes da paralisação forçada da partida, os croatas venciam por 2 a 1. Além disso, descreveu os infratores como "hooligans nazistas".

"Eu chamo essas pessoas de hooligans, pois não são torcedores, e seu lugar não é no estádio. Já falei disso anterioremente, mas parte da mídia croata não ficou feliz... Ficou claro que é um grupo de hooligans, não torcedores", disparou.

"Isso já aconteceu em um jogo contra a Itália, em Milão [jogo em novembro de 2014]. São hooligans nazistas, com cantos nazistas, que arruínam tudo. Provavelmente tem suporte de alguém, não sei de quem...", prosseguiu, revoltado.

EFE/EPA/ROBERT GHEMENT
Torcida Croacia Sinalizadores Rojoes Euro-2016 Republica Tcheca 17/06/2016
Cacic detonou torcedores da Croácia

"Tenho certeza que pelo menos 95% dos torcedores da Croácia estão envergonhados do que viram aqui. Os jogadores estão decepcionados, pois sentem orgulho em vestir a camisa da Croácia, jogam pelo povo, mas estão decepcionados com esse comportamento", afirmou.

Segundo Cacic, a parada forçada atrapalhou diretamente seu time.

"Houve falta de concentração dos jogadores por causa da ação dos torcedores. O jogo parou, eles perderam energia enquanto tentavam acalmar os torcedores. Os jogadores pensaram em suas famílias e amigos que estavam nas arquibancadas, e aí não conseguiram focar no campo", opinou.

O treinador ainda lamentou que as autoridades não tenham conseguido barrar os hooligans de viajar à França, e discursou pedindo mudanças no futebol croata.

"Havia muitos torcedores ótimos da Croácia aqui, torcendo corretamente. Estavam cantando, dançando com turcos e tchecos. Os sinalizadores foram atirados por cinco, 10 indivíduos. Tomara que possam indetificá-los e puní-los", bradou.

"A Croácia está fazendo tudo o que pode para prevenir isso, mas é impossível prever tudo o que vai acontecer. Essas pessoas são assustadoras. Já havia medo de que isso poderia acontecer. Aconteceu, e peço desculpas. Não são torcedores, são terroristas esportivos, que fazem o que querem. Vemos muito disso no futebol croata e lamentamos demais. Nosso país não pode mais aceitar esse tipo de hooligans", finalizou.

"Eles odeiam sua seleção e seu país. Vocês deveriam ter vergonha", disse a presidente da Croácia, Kolinda Grabar-Kitarovic.

EFE/EPA/ROBERT GHEMENT
Torcida Croacia Sinalizadores Rojoes Euro-2016 Republica Tcheca 17/06/2016
Funcionários da Uefa retiram sinalizadores atirados pelos croatas no gramado

Na coletiva, a Uefa (União das Federações Europeias de Futebol) avisou que irá abrir procedimento disciplinar contra a Croácia neste sábado, depois de análise da súmula que será entregue pelo árbitro Mark Clattenburg com detalhes do incidente.

O treinador da República Tcheca, Pavel Vrba, também foi questionado sobre o assunto, mas não se alongou: "Claro que fico triste vendo essas cenas, mas não compete a mim, e sim à Uefa ver o que irá fazer. Claro que prefiro quando os torcedores apenas apoiam o time, como os croatas vinham fazendo até os 43 minutos", discursou.

Comentários

Técnico croata chama torcedores de 'nazistas, hooligans e terroristas'; Uefa investigará

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.