Há seis meses, Tite assinou manifesto contra CBF e Del Nero

ESPN.com.br
Divulgação
Tite ao lado de Vagner Mancini e Dorival Jr. na sede da CBF
Tite ao lado de Vagner Mancini e Dorival Jr. na sede da CBF

Favorito para assumir como técnico da seleção brasileira, Tite é esperado nesta terça-feira para se reunir com o presidente da CBF, Marco Polo del Nero.

Se ele vai aceitar a oferta, a expectativa é de que sim, mas há apenas seis meses o treinador do Corinthians tinha outra postura com relação ao dirigente máximo do futebol nacional.

Em dezembro de 2015, a ONG Atletas pelo Brasil e o Bom Senso FC lançaram o movimento #OcupaCBF, que pedia a saída de Del Nero da presidência da entidade.

"Exigimos a renúncia definitiva de Marco Polo Del Nero e sua diretoria, seguida da convocação de eleições livres e democráticas para o comando da CBF", dizia parte do documento, assinado por 127 personalidades de dentro e fora do futebol.

Tite era um deles.

Reprodução
Dentre os signatários do Ocupa CBF está Tite
Dentre os signatários do Ocupa CBF está Tite

Durante a festa pela comemoração do sexto título brasileiro, o ex-presidente do Corinthians Andrés Sanchez chegou a dizer que o técnico não assumiria a seleção nacional "do jeito que a CBF está".

'Precisamos de mentalidades novas', diz Zé Elias sobre futuro da seleção

"Com certeza, do jeito que está a CBF, com um presidente que não pode sair do país, não acompanha a seleção brasileira nas viagens, o Tite não vai. Com certeza, o Tite não vai para a seleção mesmo sendo convidado", garantira.

O técnico de 55 anos também revelou à jornalista Camila Mattoso, que fez uma biografia sobre ele, ter recusado aproximação da confederação em 2015. Agora, porém, com a demissão de Dunga, o caminho para Tite ficou livre.

Para Nicola, CBF erra ao não aceitar Sampaoli para seleção: 'Melhor que Tite'
Comentários

Há seis meses, Tite assinou manifesto contra CBF e Del Nero

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.