Ingleses são condenados à prisão por brigas e serão proibidos de entrar na França

Francisco De Laurentiis, de Paris (FRA), com agência EFE
Feridos no chão, vandalismo e jatos d'água para conter Hooligans; veja 'guerra' nas ruas de Marselha

Os dois primeiros torcedores ingleses julgados por participação nos distúrbios em Marselha por conta da partida entre Inglaterra e Rússia, válida pela Eurocopa, foram condenados a dois e três meses de prisão e proibidos de retornar à França nos próximos dois anos.

Os torcedores são Ian Hepworth, um enfermeiro de 41 anos, e Alexander Booth, um chefe de cozinha de 20. Ambos foram condenados em um julgamento rápido realizado nesta segunda-feira no Tribunal de Marselha pela participação nos distúbios que ocorreram no Porto Velho da cidade por conta do jogo entre Inglaterra e Rússia, que terminou com um saldo de 35 feridos, um deles em estado gravíssimo.

Ian Hepworth admitiu que lançou uma garrafa de cerveja de vidro.

O enfermeiro se desculpou e afirmou que sua intenção não era atingir a polícia, que estava a oito metros, mas impressionar seus "amigos franceses", após comparecer sozinho para ver a partida no Velodromé. "Meu trabalho é ajudar as pessoas, fiz algo estúpido", afirmou.

Alexander Booth, que foi vestido com a camisa branca da seleção inglesa, admitiu que lançou um copo de plástico de cerveja contra a polícia, para a qual posteriormente fez um gesto depreciativo com o dedo.

O promotor André Ribes argumentou, no entanto, que de acordo com a parte policial, Booth lançou uma garrafa de vidro abaixo do escudo, com a intenção de alcançar as pernas dos agentes.

Ribes, chefe de cozinha que se apresentou como "um trabalhador" e testou positivo na prova de alcoolemia (0,86 mg) no momento de sua detenção, afirmou que ele não é assim e se desculpou com as "pessoas e a polícia de Marselha", porque estava "no lugar errado no momento errado".

No total, nesta segunda-feira serão submetidos a um julgamento rápido 10 detidos: seis britânicos, três franceses e um austríaco, segundo anunciou o promotor de Marselha, Brice Robin.

Comentários

Ingleses são condenados à prisão por brigas e serão proibidos de entrar na França

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.