Tite reconhece mérito do Palmeiras e pede melhora em clássicos

Agência Gazeta Press
Tite lamenta arbitragem, diz que Felipe 'dignificou' camisa e reconhece qualidade palmeirense

O técnico Tite não fugiu à regra de seus comandados na reclamação contra a arbitragem de Raphael Claus, mas também fez questão de parabenizar o Palmeiras pela partida realizada neste domingo, no Allianz Parque, que terminou com vitória dos alviverdes por 1 a 0. Na avaliação do treinador, sua equipe, mais uma vez, não conseguiu ter um bom desempenho em clássicos, principalmente pela forte marcação do adversário.

"Se pegar todos os clássicos, não dá para trazer do ano passado porque era outra equipe. Mas, sim, o número de oportunidades foi baixo, méritos do Palmeiras no sentido de marcação, não fugimos do 1 contra 1 deles. Tem que aprender para que o outro clássico seja melhor", avaliou o comandante, incomodado com os questionamentos acerca da efetividade do alvinegros contra seus maiores rivais.

No ano, são cinco jogos deste tipo, com duas vitórias, sobre o São Paulo, no Paulista, e o Santos, já neste Brasileiro, ambas em Itaquera, e três derrotas. Além do revés no Allianz Parque, o time de Tite também perdeu e passou em branco no dérbi do Estadual, no Pacaembu, e frente ao Santos, na Vila Belmiro.

Para o comandante, o que mais chamou a atenção foi a rapidez do ataque do Palmeiras, que teve no segundo tempo ao menos cinco chances claras de ampliar o marcador. Apesar de os números apontarem para uma vitória ainda maior dos alviverdes se os chutes fossem mais precisos, ele enxergou nos gols perdidos por Giovanni Augusto, Cristian e Guilherme a causa da derrota.

"Jogo digno das tradições do Palmeiras, parabéns ao Palmeiras pela vitória. Situações iguais com ideia de jogo diferentes, as oportunidades surgiram e o time deles foi efetivo. É uma equipe muito veloz, de transição, e nesses clássicos sair na frente é preponderante para o resultado final", começou o comandante.

"Mas nós tivemos chances claras na sequência e outra grande chance no primeiro tempo. Depois disso, perdemos força, ficou um jogo aberto, eles contra-atacando e a gente perdendo a bola na frente. Parabenizei já o Palmeiras e queria dar parabéns ao Gabriel Jesus pela qualidade. Excelente jogador", apontou o gaúcho, explicando as saídas do volante Cristian e do meia Guilherme, no momento em que o time parecia perto do empate.

Veja o gol da vitória do Palmeiras sobre o Corinthians por 1 a 0

"Coerentemente falando, quem treina sério e num nível alto, não sente o ritmo de jogo. O Cristian sentiu a perna, logo que nós fizemos 1 a 0 ele podia empatar, Guilherme também, e o futebol também é efetividade. Foi um jogo muito brigado por causa desse estilo do Palmeiras, aí não dá para ter jogo de passes elevados. Quando for assim, esperem outra característica de jogo", concluiu o treinador.

Os corintianos voltam ao batente na manhã desta segunda-feira, quando os titulares realizarão um treino regenerativo visando ao embate de quinta, contra o Fluminense, às 21h (de Brasília), no estádio Mané Garrincha. Com 13 pontos conquistados, o Corinthians é o quarto colocado, três pontos atrás do líder Internacional.

Comentários

Tite reconhece mérito do Palmeiras e pede melhora em clássicos

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.