Procuradoria espanhola pede indiciamento de Neymar e seu pai por corrupção

ESPN.com.br com agências internacionais
Getty
Neymar, em depoimento à Justiça espanhola em fevereiro de 2016
Neymar, em depoimento à Justiça espanhola em fevereiro de 2016

A Procuradoria da Audiência Nacional da Espanha solicitou que Neymar seja processado junto com seu pai por crime de corrupção entre particulares em relação a uma suposta fraude contra o fundo DIS, que administrava parte de seus direitos federativos.

O procurador José Perals apresentou ao juiz da Audiência Nacional José de la Mata seu parecer favorável ao indiciamento de ambos na causa em que se investiga a denúncia do fundo DIS, que tinha 40% dos direitos federativos de Neymar e afirma ter sido enganado por não ter recebido o valor que lhe correspondia na transferência para o Barcelona.

Em fevereiro, o juiz De la Mata ouviu os depoimentos do jogador e seus pais, Neymar e Nadine, além do presidente do Barcelona, Josep Maria Bartomeu, e de seu antecessor no cargo, Sandro Rosell, por crimes de fraude em relação com a contratação do brasileiro pelo clube catalão.

Segundo os querelantes, a DIS deveria receber 40% do valor que o Barcelona pagou ao Santos pelos direitos federativos do jogador.

No entanto, afirmam que o fundo de investimento só recebeu esse percentual dos 17,1 milhões de euros que o clube disse ter pagado por Neymar, quando a contratação custou, segundo as investigações da Audiência Nacional em outra causa, um total de 83,3 milhões de euros.

Além de Neymar e seu pai, a procuradoria também pede o julgamento dos dois clubes e de seus ex-presidentes, Rosell e Odilio Rodrigues, por "crime de fraude".

Através de sua assessoria de imprensa, as empresas de Neymar se pronunciaram através de nota, reproduzida abaixo na íntegra:

"As empresas N&N Consultoria e NR Sports e as pessoas físicas citadas não foram notificados, até então, pela Justiça Espanhola. A partir da notificação, as empresas e pessoas envolvidas prestarão todos os esclarecimentos necessários à Justiça Espanhola, como tem sido feito desde as primeiras acusações proferidas pela DIS, inclusive com a entrega de toda documentação exigida.

Com relação à acusação, gostaríamos de esclarecer que a participação da DIS nos direitos econômicos do atleta Neymar Jr. referia-se somente ao contrato mantido com o Santos FC, e foi integralmente quitado, tendo a DIS apurado lucro de cerca de 290%."

Comentários

Procuradoria espanhola pede indiciamento de Neymar e seu pai por corrupção

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.