'CS:GO': Em nota, FalleN esclarece imbróglio entre SK e Luminosity

ESPN.com.br
HLTV.org
aaaaaaaaa
Nota de FalleN esclarece diversos pontos sobre a situação em que sua equipe se encontra

Em meio à polêmica envolvendo SK Gaming e Luminosity Gaming, Gabriel "FalleN" Toledo decidiu abrir o jogo. Em uma nota oficial, escrita por FalleN e assinada por seus companheiros, o capitão falou sobre as negociações e revelou detalhes sobre as conversas com a organização alemã.

No documento, o capitão da LG conta detalhadamente como se deu todo o processo de negociação entre os alemães e os jogadores, revelando o mal-estar criado dentro da equipe. FalleN também afirma que pensou em deixar seus companheiros após os negócios avançaram sem o consentimento de Buyaka. No final, os jogadores reconheceram seu erro e reiteraram seu desejo de permanecer na Luminosity, mesmo com o contrato com a SK assinado oficialmente.

Confira os principais tópicos abordados pelo "Verdadeiro" na nota oficial divulgada pelo site Daily Dot:

A aproximação da SK

FalleN confirmou que assinou uma carta de intenção com a Luminosity em dezembro. Na carta, os jogadores ajustaram todos os detalhes desejados, como aumento de salário e prorrogação de contrato. Os novos ordenados inclusive já começaram a ser pagos após a assinatura.

Dois meses após a carta firmada, Alex Müller, diretor da SK, entrou em contato direto com FalleN por e-mail. O jogador agradeceu o interesse e pediu para que Alex passasse a negociar diretamente com Steve "Buyaka" Maida, dono da LG. Müller, porém, seguiu mandando mensagens para FalleN, que decidiu não responder. O diretor então passou a contatar outros jogadores, que deram sequência as negociações.

"Por causa de alguns problemas, alguns de nossos jogadores pensaram, erroneamente, que tinham o direito de procurar por outras organizações mesmo sob contrato. Hoje eles reconhecem que isso foi um erro", contou o capitão.

FalleN afirmou que a Luminosity sempre fez de tudo para deixá-los felizes, e que isso é um dos fatores para eles não quererem deixar a organização. O Verdadeiro também revelou que houveram pequenos atrasos em pagamentos de prêmios, mas nada muito grande. FalleN disse que "perto de outras organizações, eles são muito bem pagos".

O jogador revelou que o contrato oficial não foi assinado pois a equipe estava focada em disputar torneios e acabavam adiando a assinatura. Confiantes em seus jogadores, Buyaka não teve pressa em firmar o acordo.

Mesmo sem o conhecimento de Buyaka, a SK continuou negociando diretamente com os jogadores. Como já havia sido revelado na reportagem da ESPN, os alemães garantiram que não haveria problemas em "livrá-los" da carta de intenções e que pagariam todos os custos jurídicos da transferência.

• FalleN não concorda com companheiros e pensa em deixar o time

FalleN revelou que apenas ele dos outros companheiros decidiu ficar no lado da Luminosity, o que acabou fazendo com que ele desistisse de convencê-los que negociar pelas costas de Buyaka era errado.

"Eles foram instruídos pela SK que eles eram a melhor opção e que eles [os jogadores] mereciam o melhor. A própria SK falou que que os novos salários da LG eram uma boa oferta, mas eles tinham uma melhor ainda", contou FalleN.

Buyaka, então, tentou uma nova aproximação para assinatura de contrato, já em fevereiro, e os jogadores não quiseram assinar e seguiram adiando. FalleN afirmou que a situação estava tão estressante que ele pensou em deixar a Luminosity e criar um novo time.

"Eles continuaram dizendo que por causa de alguns problemas da organização e por conta do fato de que a LG não nos enviou o contrato 14 dias após a assinatura da carta de intenção [tempo estipulado pelo documento] nós éramos livres para procurar por outras ofertas. Eu disse que isso era mentira, principalmente porque ele [Buyaka] estava cumprindo todas nossas exigências faziam dois meses, mesmo sem o contrato firmado. Eu também ressaltei que foi falha nossa não ter assinado o acordo", afirmou FalleN.

"Eu tive que fazer uma escolha. Ou era permanecer com meus amigos e aceitar a decisão do time ou deixá-los", contou o sniper. "Eu falei com minha família e com outras pessoas importantes e eles me fizeram crer que eu deveria ficar com eles, mesmo se eu não concordasse com aquilo", completou.

HLTV.org
aaaaaa
Luminosity está garantida nos playoffs da ELEAGUE

Jogadores revelam desejo de deixar a Luminosity

Os jogadores então demonstraram à Luminosity sua vontade de deixar a organização, mas sem revelar as negociações avançadas com a SK. Em suas tentativas em vender a equipe, Buyaka até chegou a conversar com os alemães, mas como esses já mantinham negociações diretas com os atletas, não havia motivo para pagar a multa de rescisão e a negociação esfriou.

"Buyaka ainda tentou nos convencer que a carta de intenção era oficial e que os jogadores tinham um compromisso com a Luminosity, ele até trouxe um advogado para a discussão, mas nós já havíamos tomado a decisão", revelou FalleN.

O jogador afirmou que houveram propostas com outras equipes, incluindo a FaZe, mas nada foi concretizado por conta da intenção dos jogadores em assinar com a SK.

A assinatura do contrato

FalleN revelou então que um dia antes da MLG Columbus 2016, houve a assinatura do contrato com a SK, o que o jogador classificou como "maior erro de sua vida". Segundo o capitão, os alemães pressionaram pela assinatura usando a WESA, que ainda não era oficial, como justificativa. "Eles disseram que a janela para entrar [na WESA] fecharia nas semanas seguintes", contou.

Após a vitória no major, os jogadores mal conseguiram comemorar e revelaram toda a situação para Buyaka. FalleN afirmou que o canadense não ficou "super bravo" com a revelação mas sim "desapontado por ver seus amigos o traírem".

O jogador revelou que eles temeram não receberem sua fatia dos US$ 500 mil dólares de premiação pela MLG Columbus e chegaram a falar com a organização do torneio para recebera sua parte da quantia diretamente deles. A MLG concordou e disse que não haveria problemas quanto a isso. FalleN classificou esse ato como uma medida de precaução e revelou que a Luminosity em nenhum momento ameaçou reter o dinheiro.

MLG
Equipe brasileira subiu duas posições no ranking mundial
Equipe brasileira durante vitória no MLG Columbus 2016

• O recuo

Depois de retornar do major, os jogadores reconheceram o erro e decidiram não deixar a Luminosity. Em contato com a SK, os atletas manifestaram seu desejo em recuar do contrato, e a organização disse que o trato já estava firmado.

"Falamos com nosso advogado e ele entrou em contato com a SK. Desse dia em diante, nós, os jogadores não falamos mais com a SK. Dois dias depois, nosso advogado disse que havia conversando com Pietro Fringuelli, advogado da SK", afirmou FalleN.

"Foi comunicado pra gente que poderíamos ficar de fora das ligas da ESL e poderíamos receber uma punição e ficar proibidos de jogar CS durante o tempo de contrato. Ele deixou bem claro que tinha conexões com a ESL e com a WESA e que seriamos penalizados por conta disso", completou.

Fringuelli, que até então representava a organização alemã, foi escolhido como o comissário da WESA e hoje não está mais diretamente envolvido com o imbróglio entre LG e SK.

FalleN concordou que foi um erro a assinatura do contrato, mas afirmou que nunca recebeu um centavo e nem começou a trabalhar em algo com a nova organização. "Nós fomos muito amadores e não temos muito conhecimento das leis", afirmou o sniper.

Arrependimento e o desejo de permanência

Para finalizar, o capitão da Luminosity reconheceu seu erro e se disse triste pela situação criada. O jogador ainda afirmou que jamais usaria o contrato com a SK para conseguir uma oferta melhor para permanecer na LG.

Além disso, FalleN afirmou que ele e seus companheiros não tinham conhecido que as ações de Alex Müller e da SK eram consideradas "Interferências tortuosas", o que é ilegal. O jogador justificou que tentou alertar os alemães do problema em não negociar diretamente com Buyaka.

O Verdadeiro ainda completou dizendo que a SK prometeu um cheque de US$ 1 milhão de dólares como garantia. "AÍ eu lhe pergunto, se eles poderiam pagar isso, por que eles não negociaram diretamente com o Buyaka e nos compraram?", escreveu FalleN na nota.

"Nós estamos orgulhosos em ser parte da LG, nós gostamos de estar aqui e nos sentimentos em casa. Nós queremos continuar escrevendo a história juntos", afirmou o jogador. "Iremos continuar melhorando não só no jogo, mas nas decisões da vida também", finalizou.

Para ler a nota completa, em inglês, clique aqui.

Comentários

'CS:GO': Em nota, FalleN esclarece imbróglio entre SK e Luminosity

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.