Falcão reencontra 'pai' e terá técnico que sonhou para encerrar sua carreira no futsal

Henrique Munhos e Thiago Cara, do ESPN.com.br
Divulgação
Ferretti e Falcão trabalharam juntos no Jaraguá e no Santos
Ferretti e Falcão trabalharam juntos no Jaraguá e no Santos

Um dos técnicos mais vitoriosos da história do futsal, Fernando Ferretti acertou sua saída do Corinthians e vai comandar o time do Magnus/Sorocaba. A mudança de clube o fará reencontrar o craque Falcão, revivendo uma parceria que está igualmente eternizada no esporte. A relação é quase que de pai para filho.

Não é exagero.

As palavras, inclusive, são do próprio Falcão. "O Ferretti, para mim, é o pai que eu tenho no esporte. Dos meus 20 anos de carreira, 14 trabalhei com ele", disse ele, em conversa com o ESPN.com.br, sem conter a alegria com a reedição da dupla que começou nos tempos de GM - time já extinto no futsal.

Somente na Liga Futsal, principal competição da modalidade no Brasil, Falcão e Ferretti foram campeões cinco vezes juntos - quatro por Jaraguá (2005, 2007, 2008 e 2010) e uma no Santos (2011). "Mais de 70% dos títulos que ganhei na carreira foram com ele, e imagino que ele comigo", seguiu o craque.

O desejo de Falcão voltar a trabalhar com Ferretti, inclusive, já é antigo. Quando iniciou o projeto em Sorocaba, o ala tentou a contratação do treinador, que acabou preferindo renovar com Krona/Joinville - ele ficou em Santa Catarina até o início de 2015, quando acertou com o Corinthians.

Desta vez, porém, um ponto em especial pesou para Ferretti: a chance de ser o último treinador de um dos maiores jogadores de futsal de todos os tempos, como confidenciou Falcão.

"Era um sonho meu terminar minha carreira jogando com ele", revelou. "É como se eu fosse rever um parente que não vejo há muitos anos, um parente próximo. Estou muito feliz de estar voltando a trabalhar com ele e saber que ele será meu último treinador", acrescentou.

Em Sorocaba, Ferretti terá a chance também de ajudar Falcão a conquistar um dos poucos títulos que faltam em sua galeria, o do Mundial de clubes, que será realizado em Doha, no Catar, de 20 a 30 de junho - campeã da Libertadores, a equipe da dupla representará o Brasil ao lado de Carlos Barbosa.

Nos anos que estiveram juntos em Jaraguá, Falcão e Ferretti disputaram quatro finais de Mundial, entre 2005 e 2008, mas perderam todas para o atual Inter Movistar, da Espanha - ex-Boomerang Interviú e Interviú Fadesa -, que, curiosamente, está no grupo de Sorocaba em 2016.

Na seleção brasileira, Ferretti esteve com Falcão na Copa do Mundo de 2004, em Taiwan, mas acabaram apenas na terceira colocação, após derrota para a Espanha na semifinal - além disso, o técnico também comandou os times do Paraguai (foi bronze no Pan de 2007) e da Guatemala.

A apresentação de Ferretti em Sorocaba está marcada para essa sexta-feira. O contrato do técnico tem duração até dezembro deste ano, com cláusula de renovação automática por mais uma temporada.

Comentários

Falcão reencontra 'pai' e terá técnico que sonhou para encerrar sua carreira no futsal

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.