Rodrigo Caetano pede desculpas ao torcedor do Flamengo e prega mudanças

ESPN.com.br com agência Gazeta Press
Pedro Martins/Agif/Gazeta Press
Rodrigo Caetano pediu desculpas à torcida
Rodrigo Caetano pediu desculpas à torcida

Após a eliminação na Copa do Brasil, a terceira em uma competição na temporada, o clima ficou pesado na reapresentação do elenco do Flamengo, nesta quinta-feira, no Ninho do Urubu. Tanto que houve uma reunião da diretoria com os jogadores que durou duas horas. Depois disso, o diretor executivo Rodrigo Caetano falou com a imprensa e se desculpou pelo ano abaixo da expectativa aos torcedores.

"Venho pedir desculpas para o torcedor, que fez o seu papel, apoiou do início ao final e tem o direito de cobrar. Elas fazem parte do nosso dia a dia e não podemos encarar isso como algo normal. Conversamos com o presidente sobre o que precisa ser mudado e aguardamos o retorno do Muricy para entendermos juntos o motivo de a equipe não estar rendendo. Imaginávamos que nosso início seria completamente diferente do que está acontecendo. Mas minha área não é o campo, mas o Flamengo ainda não conseguiu dar a famosa liga e justificar o investimento", disse.

O dirigente minimizou a reunião com o elenco. Para Rodrigo Caetano, a conversa teve a intenção de explicar os motivos pelos maus resultados no ano. No entanto, o diretor executivo não deixou de lamentar o momento rubro-negro.

"Sempre quando há um resultado adverso, o departamento de futebol vem aqui dirimir as dúvidas e explicar insucessos como o de ontem. Além da frustração, tem a vergonha pela eliminação. O que nos resta é o Brasileiro, que aumenta demais a responsabilidade de todos. A temporada é frustrante. Planejamos para que fosse diferente. Fizemos uma excelente pré-temporada, no nosso entendimento temos elenco equilibrado, mas os resultados não vieram. O número de derrotas é extremamente preocupante. Já passou da hora de o elenco fazer valer o investimento que foi feito. Até nos faz rever se o elenco é realmente equilibrado", declarou.

Rodrigo Caetano falou sobre o retorno do técnico Muricy Ramalho, que está em São Paulo após se consultar com seu médico particular após ter sofrido um problema cardíaco. O comandante foi vetado e não estará com o Flamengo na partida deste domingo, contra o Grêmio, em Porto Alegre.

"O prognóstico é que na semana que vem se tenha o retorno do Muricy, mas contra o Grêmio esperamos que Jayme e Tata possam reunir o que não deu certo para fazer um jogo digno das tradições do Flamengo. Na segunda-feira teremos uma noção melhor do que poderá acontecer com o Muricy. Ele está fazendo exames e depois do diagnóstico vamos saber quando ele poderá estar conosco", comentou.

Juan fala sobre entrosamento com Léo Duarte: 'Estamos tentando apressar as coisas'

Sobre reforços, o diretor-executivo confirmou que o clube ainda busca um zagueiro. No entanto, Rodrigo Caetano destacou que o principal objetivo da comissão técnica ainda é melhorar o rendimento do elenco.

"Nunca foi segredo que vamos buscar mais de um atleta para a defesa. Mas as nossas conversas de reavaliação são internas para depois partir para ações. Mais transformar esse elenco que é contestado, mas de bom nível, numa equipe segura e que passe esperança para todos nós. Isso ainda não conseguimos", finalizou.

Comentários

Rodrigo Caetano pede desculpas ao torcedor do Flamengo e prega mudanças

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.