Criado por 'rixa', Giro d'Itália começou com prêmio de cassino e dinheiro emprestado

Leonardo Perri, do ESPN.com.br
Divulgação
A primeira edição do Giro d'Itália ocorreu em 1909
A primeira edição do Giro d'Itália foi realizada em 1909

Segunda maior prova do ciclismo mundial - atrás apenas do Tour de France e à frente da Vola da Espanha -, o Giro d'Itália, hoje, é uma competição mais do que renomada e conhecida por todos os que gostam da modalidade. Mas para chegar ao status que tem atualmente, a competição passou por momentos de "amadorismo".

Sua história nos leva ao começo dos anos 1900. Sabendo da intenção do jornal concorrente "Corriere della Sera" em criar uma corrida de ciclismo no país, e inspirado por exemplos como a publicação francesa La Vélo, que organizou a "Paris-Roubaix", o editor do tradicional jornal esportivo da Itália "La Gazzeta dello Sport", Tullo Morgagni, agiu para antecipar a concorrência.

O jornalista conversou com o proprietário do jornal, Emilio Camillo Costamagna, junto com o editor de ciclismo à época, Armando Cougnet, e juntos tiveram a ideia de lançar uma grande volta ciclística na Itália, assim como acontecia na França com o Tour. Na pressa e na empolgação, lançaram o projeto da corrida com sua primeira largada marcada para o dia 13 de maio de 1909.

Lançado sem muito planejamento, o Giro teve que "penar" para conseguir cumprir aquilo que havia prometido. Uma das promessas era uma premiação de 25.000 liras (moeda italiana à época), que eles não tinham como pagar. Além disso, os custos para a realização da prova também não tinham como serem custeados pelo jornal.

Divulgação
Imagens da 1ª edição do Giro d'Itália
127 ciclistas competiram na estreia da prova

Para isso, tiveram que recorrer a um contador de banco e amigo dos idealizadores da prova, Primo Bongrani, que saiu percorrendo a Itália em busca de verba e patrocínios que bancassem a realização do Giro. A missão foi bem sucedida, e o dinheiro necessário foi arrecadado.

Em especial, contaram com a ajuda de um ex-funcionário do jornal que conseguiu convencer o dono de um cassino na cidade de San Reno a patrocinar o evento e arcar com os valores das premiações dadas aos vencedores.

Só que as contribuições não foram só do casino. A Associação Ciclística Italiana, uma empresa de engenharia e até o concorrente "Corriere della Sera" acabaram colocando dinheiro no bolo. Ao final, a distribuição do prêmio foi a seguinte: 3.000 mil liras dadas ao primeiro colocado, pelo jornal, e o restante pelo casino.

Após os percalços, a prova conseguiu sair do papel e ser realizada. De acordo com publicações da época, foram 127 ciclistas competindo na primeira edição, sendo que somente 49 chegaram a concluir o trajeto de 2.441km em oito etapas, que terminaram no dia 30 de maio. O grande vencedor foi o italiano Luigi Gana.

E a história do Giro d'Itália continua. A competição em em sua 99ª edição e nesta quinta-feira, será disputada a 12ª etapa de 2016, com 168km entre Noale e Bibione. A ESPN e o WatchESPN transmitem ao vivo, a partir das 10h30 (de Brasília).

Comentários

Criado por 'rixa', Giro d'Itália começou com prêmio de cassino e dinheiro emprestado

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.