Recorde, fim de jejum e de invencibilidade: o histórico UFC de Curitiba em 10 números

André Linares e Igor Resende, de Curitiba (PR), para o ESPN.com.br
Gazeta Press
UFC lotou a Arena da Baixada em Curitiba
UFC lotou a Arena da Baixada em Curitiba

O primeiro UFC em Curitiba ficou para a história. Mas não só porque ele já está no passado, mas sim porque ele foi, de fato, histórico. O maior evento já realizado no Brasil cumpriu as expectativas de grandiosidade mesmo sem a presença de uma de suas principais estrelas, Anderson Silva, e quebrou até recorde.

E o ESPN.com.br separou dez números para resumir o evento e também para mostrar a sua grandiosidade. Confira!

  • 15.000
  •  
  • pessoas compareceram à pesagem do UFC 198, na sexta-feira, um dia antes do evento. Foi o maior público de uma pesagem já realizada na história da organização. Para se ter uma ideia, só dois eventos realizados no Brasil tiveram mais público no dia das lutas. Bom também para a cidadania. Afinal de contas, cada ingresso valia uma lata de leite em pó.
  • 45.207
  • pessoas assistiram ao UFC 198 na Arena da Baixada. O público é o terceiro maior da história de todo o UFC. E só não foi mais gente porque não cabia! O estádio estava completamente lotado.
  • 17
  • vitórias no UFC tem agora Demian Maia. Com a finalização para cima de Matt Brown, ele simplesmente se tornou o brasileiro com o maior número de triunfos na organização, deixando Anderson Silva para trás. O recorde geral é de Georges St-Pierre, com 19.
  • 1
  •  
  • derrota no Brasil tem Vitor Belfort. O Fenômeno foi atropelado por Ronaldo Jacaré e perdeu pela primeira vez lutando em casa. Até esse sábado, ele tinha ganho todas as seis lutas que havia feito em solo brasileiro. E todas elas pelo UFC.
  • 52
  •  
  • anos sem nenhum título para Cleveland. Foi a esta marca que Stipe Miocic colocou fim em Curitiba ao bater Fabrício Werdum e ficar com o cinturão dos pesos pesados do UFC. A cidade não sabia o que era ganhar um título desde 1964, quando os Browns conquistaram a NFL. Nem LeBron James havia conseguido acabar com esse incômodo jejum.
  • 0
  • Happu Face. Fabrício Werdum fez uma campanha para colocar mais de 40 mil máscaras na Arena da Baixada com sua tradicional careta. A ideia era que Miocic lutasse com 40 mil Werdum's. No fim, porém, as máscaras foram vetadas na entrada por conta de um patrocínio. E Werdum perdeu, sem a chance de fazer ele mesmo a sua própria Happy Face.
  • 3
  •  
  • nocautes tem na carreira Ronaldo Jacaré. O jeito como ele acabou com a luta contra Vitor Belfort é realmente raro para ele. O mais comum é que ele vença por finalização - são 26 na carreira. Ele ainda tem quatro triunfos na decisão.
  • 81
  • segundos durou a tão esperada estreia de Cris Cyborg no UFC. Depois de tanto tempo esperando pela chance, ela nocauteou Leslie Smith em apenas um minuto e 21 segundos.
  • 13
  • anos afastado de Curitiba ficou Maurício Shogun. A última luta dele na cidade onde nasceu havia sido ainda em 2003, no segundo combate de sua carreira. E agora ele segue invicto na capital paranaense.
Comentários

Recorde, fim de jejum e de invencibilidade: o histórico UFC de Curitiba em 10 números

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.