'League of Legends': Vereador baiano abre petição para etapa do Mundial no Brasil

ESPN.com.br
Riot Games
Pedido foi protocolado em abril e pode trazer Mundial ao Brasil em 2017
Pedido foi protocolado em abril e quer uma das etapas do Mundial de LoL em Salvador

O vereador baiano Paulo Câmara iniciou uma petição para que invocadores brasileiros possam votar por uma etapa do Campeonato Mundial de League of Legends em Salvador, Bahia.

Em sua proposta, ou Projeto de Indicação nº 208/2016, o político afirma que a "a iniciativa seria viabilizada através da Empresa Salvador Turismo (Saltur) e tem como objetivo fomentar o turismo da capital baiana no período de baixa estação".

Segundo Paulo Câmara, o videogame e o eSport seriam uma das possíveis soluções para a crise no país por meio do turismo. "No momento de crise mundial, nós como gestores de nossa capital devemos ficar atentos às cifras do potencial desse mercado [de games], inclusive turístico. Um evento desse porte pode proporcionar e divulgar nossa cidade ao redor do mundo de maneira ímpar e movimentar o trade turístico soteropolitano no período de baixa estação", justificou o político.

Protocolada no dia 18 de abril, a proposta encontra-se para análise do relator na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) e, em seguida, irá para votação pelos vereadores no Plenário da Casa Legislativa soteropolitana. Caso seja aprovada na Câmara, a proposta segue para apreciação do Executivo municipal.

Infelizmente, para Paulo e os invocadores brasileiros, as etapas do Mundial de League of Legends deste ano já estão marcadas para acontecerem nos EUA. Entretanto, não custa nada assinar a petição para, quem sabe, vermos o maior campeonato de Lolzinho do mundo por aqui em 2017.

Comentários

'League of Legends': Vereador baiano abre petição para etapa do Mundial no Brasil

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.