Flamengo lucra como nunca gastando cada vez menos no futebol

Paulo Cobos, do ESPN.com.br
Adalberto Marques/ Agif/Gazeta Press
Guerrero teve boa atuação e deixou a sua marca no clássico
Guerrero, um dos raros investimentos do Flamengo no futebol

Nesta segunda-feira, o Flamengo divulgou seu balanço da temporada 2015, quando teve o lucro mais espetacular do futebol brasileiro. Depois do pagamento de todas as despesas, sobraram R$ 130 milhões nos cofres do clube carioca, fortuna gasta para abater sua dívida, que não para de cair depois que Eduardo Bandeira de Mello assumiu o clube, em 2013.

Mas a responsabilidade fiscal do clube tem um preço esportivo, que pode ser atestado pelos resultados ruins da equipe nos últimos anos.

Clube mais rico do país hoje, o Flamengo gasta cada vez menos com seu futebol, o que na prática significa menos dinheiro para gastar com salários e consequentemente elencos cada vez menos estrelados.

Segundo balanço oficial da agremição, o Flamengo gastou R$ 77,758 milhões com salários no seu departamento de futebol em 2013, o primeiro ano da gestão Bandeira de Mello. Se apenas a variação do INPC, um dos índices oficiais de inflação do país fosse aplicado, esse valor teria que ser de R$ 92,577 milhões  no ano passado.

Mas, no balanço de 2015, o gasto com futebol ficou em R$ 70,129 milhões, ou R$ 22 milhões a menos do que no primeiro ano da gestão do atual presidente (com a variação da inflação).

A comparação com o time de maior sucesso no futebol brasileiro, mas só dentro de campo, mostra o quanto o Flamengo é econômico com seu futebol.

Mesmo com seguidos prejuízos e com uma dívida que não para de crescer, o Corinthians tem gastos com seu futebol quase 60% maiores do que os registrados pelo Flamengo.

Segundo balancete com os números até agosto de 2015, o clube paulista gastou R$ 74,553 milhões com o pagamento de salários de seu futebol, ou o equivalente a R$ 9,319 milhões por mês, contra os R$ 5,844 milhões mensais investidos pelo Flamengo.

E a situação, de acordo com os orçamentos para 2016, deve continuar. Incluindo todos os setores do clube, o Flamengo prevê gastar R$ 98,9 milhões com salários neste ano, ou só R$ 2,3 mihões a mais do que no ano passado.

O Corinthians até prevê uma pequena queda na redução de sua massa salarial, mas ainda estima gastar R$ 192,6 mihões com o pagamento de salários em 2016.

'Situação confusa dentro e fora de campo'; Mauro analisa prioridades do Fla

Em 2016, os resultados flamenguistas são decepcionantes. O time foi eliminado pelo Atlético-PR nas semifinais da Primeira Liga. No Campeonato Carioca, faz campanha irregular. Hoje, ocupa o quinto lugar na Taça Guanabara, fora da zona de classificação.

 

Comentários

Flamengo lucra como nunca gastando cada vez menos no futebol

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.