Neymar diz sentir falta de Suárez nos treinos e recorda história do tetra em PE

Rafael Valente, de São Lourenço da Mata (PE), para o ESPN.com.br
Neymar exalta qualidade de convocados: 'Muitos que podem fazer a diferença'

Neymar admitiu estar sentindo falta de algo nos treinos da seleção brasileira e a ausência mencionada por ele é a do companheiro Luis Suárez, atacante do Uruguai e adversário do Brasil nesta sexta-feira, às 21h45 (de Brasília), na Arena Pernambuco, em São Lourenço da Mata, pelas elimiantórias da Copa do Mundo de 2018.

"É verdade. Trocamos mensagens por WhatsApp esses dias. Ainda no Barcelona a gente conversou e disse que um sentiria falta do outro até no aquecimento. Costumamos aquecer juntos. Temos uma grande amizade. Não é somente eu e ele, mas o Messi também. Além de dar certo dentro de campo, também damos certo fora. As coisas fluem em campo porque nos ajudamos dentro de campo. Mas não vamos aquecer juntos. Não dá", disse aos risos.

Sobre o duelo, Neymar admitiu que o encontro com Suárez será o grande atrativo da partida.

"Quem gosta de futebol, gosta de ver espetáculo, vai gostar desse jogo. É um atrativo. Vou enfrentar um companheiro e espero sair vencedor", completou.

Em relação ao jogo contra o Uruguai, Neymar elogiou a escolha da Arena Pernambuco, onde a seleção brasileira jamais jogou, e novamente disse que não se incomoda por carregar o peso de ser a referência na equipe nacional.

"Aqui tem uma energia diferente. Me contaram que Recife foi importante nas eliminatórias da Copa do Mundo de 1994. Foi aqui que começou o tetra. A população é mais calorosa, fica feliz de nos ver aqui. A gente espera retribuir com gols e bom futebol. Se não for um bom futebol, pelo menos queremos retribuir com a vitória", disse o atacante.

A histórica citada por ele foi em 1993, quando a seleção goleou a Bolívia por 6 a 0, em Recife, e embalou para conquistar a vaga na Copa do Mundo. Depois derrotou a Venezuela por 4 a 0, em Belo Horizonte, e o Uruguai por 2 a 0, no Rio de Janeiro.

"Para mim, não tem problema nenhum ser a referência. Não é um peso. Toda a equipe tem sua referência, tem um jogador que se destaca mais que os outros. Eu sempre ressalto a qualidade desse grupo. Muitos jogadores aqui fazem a diferença em seus clubes", respondeu em seguida sobre ser referência da seleção brasileira.

Comentários

Neymar diz sentir falta de Suárez nos treinos e recorda história do tetra em PE

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.