Cuevas mantém embalo e conquista o bicampeonato do Brasil Open

Gazeta Press
Marcello Zambrana/DGW Comunicação
Pablo Cuevas com o troféu do Brasil Open
Pablo Cuevas com o troféu do Brasil Open

O uruguaio Pablo Cuevas prorrogou sua boa fase no circuito profissional masculino de tênis e garantiu seu segundo título consecutivo do ATP 250 de São Paulo. Neste domingo, ele conquistou o bicampeonato do evento paulista ao derrotar o espanhol Pablo Carreño-Busta por 2 sets a 0, com parciais de 7-6 (7-4) e 6-3, no Esporte Clube Pinheiros.

Foi também o segundo título seguido de Cuevas na temporada, já que ele foi campeão do ATP 500 do Rio de Janeiro, disputado na semana anterior. Na ocasião, derrotou em sua campanha o espanhol Rafael Nadal, a quem considera o melhor jogador em quadras de saibro da história.

Cuevas teve a seu favor na quadra do Pinheiros sua experiência. Com 30 anos de idade e 12 de carreira, encarou a decisão com mais tranquilidade do que Carreño-Busta, que jogou a primeira final de sua carreira em torneio de nível ATP. Depois de um primeiro set sem quebras, o uruguaio venceu o serviço do espanhol três vezes na segunda parcial.

Thiem é campeão no México

Também neste domingo foi definido o ATP 500 de Acapulco. O título foi para o austríaco Dominic Thiem, que derrotou o australiano Bernard Tomic por 2 sets a 1, com parciais de 7/6 (8-6),4/6 e 6/3, em um duelo de revelações da modalidade.

Este é o primeiro título de Thiem em quadras duras (seus outros quatro troféus vieram em torneios de saibro) e também de um ATP 500. No ano passado, ele venceu os ATPs 250 de Gstaad, Nice e Umag. Em 2016, foi campeão do ATP 250 de Buenos Aires.

Comentários

Cuevas mantém embalo e conquista o bicampeonato do Brasil Open

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.