Secretaria da Fazenda do Rio afirma que não há prazo para pagar Djokovic

Gazeta Press
Getty
Djokovic
Djokovic entrou com uma processo contra o Governo do Estado do Rio de Janeiro

Se Novak Djokovic, atual número um do ranking mundial de tênis, esperava uma definição rápida do processo que abriu contra o Governo do Estado do Rio de Janeiro, por conta de um débito relacionado à partida que o sérvio fez contra Gustavo Kuerten, em 2012, ele não ficará satisfeito.

Em contato com a reportagem, a Secretaria da Fazenda do Rio informou que não há previsão de data para que o débito com o atleta seja quitado. O órgão também explicou que a Procuradoria Geral do Estado está encarregada da condução do caso, por parte do governo estadual.

O valor cobrado por Djokovic para participar do evento foi de R$1,1 milhão. O pagamento ao tenista foi dividido em três parcelas. Segundo o primeiro colocado do ranking, ele ainda não recebeu toda a quantia, faltando cerca de R$650 mil. Até mesmo o ex-jogador do Flamengo, Dejan Petkovic, já cobrou o Governo do Estado, pedindo o pagamento da dívida.

A partida entre Novak Djokovic e Gustavo Kuerten aconteceu em novembro de 2012, no Maracanãzinho, com o brasileiro vencendo por 2 sets a 0, com parciais de 7/6(9) e 7/5.

Comentários

Secretaria da Fazenda do Rio afirma que não há prazo para pagar Djokovic

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.