Sul-africano do Grêmio já jogou por seu país, mas sonha mesmo é com a amarelinha

Henrique Munhos, do ESPN.com.br
Divulgação
Ty Sandows é jogador do Grêmio desde setembro de 2014
Ty Sandows é jogador do Grêmio desde setembro de 2014

A Copa do Mundo de 2010 foi um sonho para todos sul-africanos, que puderam ver em seu país os melhores jogadores do mundo. Um deles, contudo, não pode acompanhar a competição, já que, aos 15 anos, era atleta das categorias de base do São Paulo.

Tyroane Sandows, ou apenas Ty Sandows, desta forma, viu o torneio pela TV e ficou com inveja de seus familiares.

"Deu muita inveja, eles foram assistir muitos jogos. Alguns eu nem lembro mais, mas sei que viram aquela Argentina x México (oitavas de final, com vitória dos argentinos por 2 a 1 na prorrogação)", lembrou o jogador.

Enquanto os familiares viviam normalmente em Joanesburgo, na África do Sul, Ty seguia com o sonho que começou quando ele tinha 11 anos e veio ao Brasil por meio de um projeto social. O futebol dele agradou ao São Paulo e o atacante passou oito anos no tricolor paulista.

Com o fim do seu contrato, Ty não foi procurado pelo São Paulo e acabou se transferindo ao Grêmio. "Não teve proposta para renovar, e o Grêmio me abriu as portas com um projeto muito bom. Se tivesse (chance de ficar) teria pensado, foram oito anos lá", confessou o jovem.

O ano de 2015 ficou marcado pela estreia do jogador com a camisa de seu país. Foi na Copa Africana sub-20, quando, apesar de não ter levado a África do Sul ao título, marcou três gols na goleada sobre Zâmbia e foi eleito para a seleção da competição.

Divulgação
Jogador esteve na seleção da Copa Africana sub-20 em 2014
Jogador esteve na seleção da Copa Africana sub-20 em 2014

Contudo, a seleção brasileira ainda faz parte dos planos do jogador (lembrando que ele ainda pode defender outro país, já que não fez jogos como profissional pela África do Sul), e ele sonha em atuar pelos pentacampeões mundiais.

"Foi uma experiência muito boa, jogar por seu país, um torneio grande. Mas o sonho mesmo é a seleção brasileira, pelas raízes. Vim muito novo, tudo que aprendi eu aprendi aqui, então me sinto brasileiro", ressaltou o jogador.

Aos 21 anos, Ty Sandows faz parte do grupo de transição do Grêmio, que são jogadores que treinam ao lado do time profissional, sendo observados assim pelo técnico Roger, que convoca alguns atletas para ajudar os treinamentos da equipe principal quando necessário.

Comentários

Sul-africano do Grêmio já jogou por seu país, mas sonha mesmo é com a amarelinha

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.