Ex-'Zé Pequeno', Jemerson é prova de que Copinha ainda é boa para 'garimpo'

ESPN.com.br
DANIEL FELICIANO/Gazeta Press
Jemerson Confiança-SE Juliano Fogaça Gremio Copa SP Copinha 03/01/2010
Jemerson (dir), então 'Zé Pequeno', em ação pelo Confiança-SE, na Copinha de 2010

Na última quarta-feira, o Atlético-MG acertou a venda do zagueiro Jemerson para o Monaco por R$ 48 milhões. Encontrado pelo "Galo" em uma Copa São Paulo de Futebol Júnior, o defensor da seleção brasileira é a prova de que a Copinha ainda é boa fonte de "garimpo" para os grandes, que contratam jovens destaques a preços camaradas e depois vendem para clubes estrangeiros por quantias milionárias.

Jemerson chamou a atenção do time de Belo Horizonte na edição de 2010 do torneio. À época, o defensor atuava pelo pequeno Confiança, de Sergipe, e era conhecido (segundo o próprio site oficial do "Dragão") pelo apelido "Zé Pequeno", em referência ao famoso personagem do filme "Cidade de Deus".

O defensor se destacou na boa campanha da equipe nordestina, que avançou na liderança do grupo N, deixando o Grêmio em segundo lugar - os sergipanos acabariam caindo logo na fase seguinte, com uma derrota para o Coritiba.

Em seguida, o beque ainda disputou algumas partidas do Sergipano profissional, mas logo depois foi para o time sub-20 do Atlético-MG. Após se destacar na base, foi promovido ao elenco principal e, em pouco tempo, se firmou como titular da defesa, colocando Réver, um dos heróis da conquista da Libertadores, no banco.

Como titular, Jemerson foi decisivo nas conquistas da Copa do Brasil e da Recopa, em 2014, além do Campeonato Mineiro de 2015. No ano passado, ele também esteve entre os zagueiros vencedores do prêmio "Craque do Brasileirão", dado pela CBF, ao lado de Gil, do Corinthians. Também foi convocado pela primeira vez para a seleção, no lugar de David Luiz.

André Mourão/MoWA Press
Jemerson Treino Seleção Brasileira 16/11/2015
Jemerson dá carrinho durante treino da seleção brasileira

Com seus direitos fatiados entre diveras partes, o baiano renderá cerca de R$ 28,8 milhões ao "Galo" - um ótimo retorno para quem gastou praticamente nada pelo atleta.

Pedro Vilela/Getty Images
Jemerson Comemora Gol Atletico-MG Flamengo Campeonato Brasileiro 20/09/2015
Jemerson comemora gol pelo Atlético-MG

Os direitos econômicos de Jemerson não foram divulgados pelo Atlético-MG, que garante ter uma parte grande deles. Outros "proprietários"' são os empresários Pedrinho, dos Supermercados BH, e Ricardo Guimarães, do banco BMG. O atleta e seus representantes ainda têm uma pequena fatia.

Quem também vai se beneficiar pela venda do zagueiro ao Monaco é o Confiança, que terá direito a 5% dos R$ 48 milhões pelo mecanismo de solidariedade da Fifa aos clubes formadores. Ou seja, o time sergipano vai receber a bagatela de R$ 2,4 milhões, suficiente para bancar os custos da equipe da Série C por um bom período.

Comentários

Ex-'Zé Pequeno', Jemerson é prova de que Copinha ainda é boa para 'garimpo'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.