Sob olhares de candidatos à Fifa, paraguaio é eleito presidente da Conmebol

ESPN.com.br
Reprodução - Twitter
Alejandro Domínguez chega com sua família à Conmebol: novo presidente
Alejandro Domínguez chega com sua família à Conmebol: novo presidente

O paraguaio Alejandro Domínguez, de 44 anos recém-completados, se tornou nesta terça-feira o novo presidente da Conmebol, a confederação de futebol da América do Sul. Ele foi eleito por aclamação pelas dez confederações nacionais no congresso extraordinário da entidade em Assunção depois da desistência do mandatário interino, o uruguaio Wilmar Váldez, como o outro candidato.

Ele terá a companhia do colombiano Ramón Jesurun Franco (primeiro vice-presidente) e do equatoriano Laureano González (segundo).

Domínguez era o presidente da associação paraguaia (APF) desde 2014, quando Juan Ángel Napout assumiu como chefão da Conmebol - hoje, ele está preso nos Estados Unidos acusado de corrupção no escândalo conhecido como Fifagate.

Dentre os convidados presentes à sede da Conmebol estavam dois candidatos à presidência da Fifa, cuja eleição acontece no mês que vem: Gianni Infantino, secretário-geral da Uefa, e o príncipe Ali bin Hussein, candidato derrotado por Joseph Blatter em maio passado, quando aconteceu a série de prisões por parte da Justiça dos EUA.

Wilmar Váldez desistiu da candidatura na Conmebol na última segunda após ser convidado para ocupar uma das três vagas da América do Sul no comitê executivo da Fifa.

"Entendo que é um momento difícil para a instituição e tem que reinar um sentimento de unidade para seguir em frente", disse o uruguaio em discurso nesta terça. "Alejandro Dominguez é quem pode dirigir a instituição com o apoio de todas as associações".

Assim, em menos de dois anos, Alejandro Domínguez ascende da presidência da federação de seu país a homem-forte do combalido futebol sul-americano. Ele é o terceiro paraguaio a chegar ao posto depois de Nicolás Leóz (em prisão domiciliar à espera da extradição aos Estados Unidos) e Napout.

Presidente em exercício da CBF, o coronel Antonio Carlos Nunes de Lima participou pela primeira vez de um congresso da Conmebol e sentou-se na mesa diretora.

Auditoria interna

Domínguez já anunciou que dará início a uma auditoria interna na entidade devido aos escândalos de corrupção recentes envolvendo seus antecessores imediatos.

O novo presidente prometeu que a medida será uma das suas primeiras à frente do organismo e que a transparência será o princípio fundamental de seu mandato, durante o qual, segundo ele, lutará pelo papel de protagonista do futebol sul-americano.

Reprodução - Twitter
Alejandro Domínguez, o novo presidente da Conmebol
Alejandro Domínguez, o novo presidente da Conmebol eleito por unanimidade
Comentários

Sob olhares de candidatos à Fifa, paraguaio é eleito presidente da Conmebol

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.