Globo justifica baixo valor por Sul-Minas-Rio: 'Programação cheia'

Marcus Alves, do ESPN.com.br
Divulgação/América-MG
Mesmo com a saída de Alexandre Kalil, a sede da entidade segue em Belo Horizonte
Mesmo com a saída de Alexandre Kalil, a sede da entidade segue em Belo Horizonte

Em acordo costurado ainda em dezembro, a Rede Globo encaminhou a compra dos direitos de transmissão da Liga Sul-Minas-Rio - ou Primeira Liga, como foi batizada -, em sua primeira edição. Mesmo com uma oferta considerada longe do ideal, ela convenceu os clubes a fechar por R$ 5,2 milhões e atribuiu o valor supostamente reduzido por já contar com a sua grade de jogos fechada para 2016.

A cifra foi revelada pelo comentarista dos canais ESPN, Juca Kfouri, em seu blog.

Segundo o presidente da Primeira Liga, o cruzeirense Gilvan de Pinho Tavares, esse será o total líquido a ser dividido entre os times.

Ficou para a reunião da semana que vem a definição de como o rateio será feito.

Com uma oferta menor do que a esperada, a tendência é que os 12 participantes recebam o mesmo valor por suas três partidas na fase de grupos e os classificados assegurem premiação ao avançarem.

Na conversa que tiveram com a Globo, os dirigentes escutaram que a emissora já tem toda a sua programação para os jogos do meio de semana definida para a próxima temporada, a partir de contratos firmados anteriormente. A competição será disputada às quartas e quintas-feiras.

Além disso, dois de seus membros, Grêmio e Atlético-MG, estarão envolvidos também na Libertadores.

Eles terão de ter as datas de seus compromissos alterados.

O canal de TV fechada Sportv deverá ficar encarregado por transmitir os confrontos.

'Fizeram um complô contra mim', diz Kalil após deixar a Primeira Liga

Mesmo com a insatisfação de clubes como o Galo com a cota, a sensação é de que o necessário nesse momento é 'colocar o torneio na rua'. Mais: ao menos, nenhum deles terá de pagar para jogar, o que acontece em estaduais como o Paranaense, e ainda terão suas despesas de viagem custeadas. Por fim, existe a chance de aumento do dinheiro com a venda de placas de publicidade e naming rights.

Nesta quarta-feira, está marcada a ida dos presidentes de Cruzeiro, Flamengo e Fluminense até a CBF.

A princípio, o encontro seria para pedir o aval do mandatário interino Marcus Vicente, mas ele foi afastado do cargo na última terça-feira para a volta do até então licenciado Marco Polo Del Nero.

A Sul-Minas-Rio contará com Grêmio, Internacional, Avaí, Criciúma, Figueirense, Coritiba, Atlético-PR, Flamengo, Fluminense, América-MG, Atlético-MG e Cruzeiro em 2016.

Comentários

Globo justifica baixo valor por Sul-Minas-Rio: 'Programação cheia'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.