Anderson Silva tenta explicar desistência de Olimpíada: 'polêmicas e propósitos diferentes'

Guilherme Dorini, do ESPN.com.br
Getty
Anderson Silva está liberado para lutar taekwondo. Precisa 'apenas' se classificar
Taekwondo foi a primeira arte marcial aprendida por Anderson Silva

Anderson Silva fez barulho ao anunciar em abril deste ano que estava disposto a disputar as seletivas de taekwondo para tentar representar o Brasil nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro em 2016. A revelação gerou polêmica, intriga entre lutadores e cartolas da Confederação Federação Braslieira (CBTKD) e, oito meses depois, teve um ponto final definitivo.

Em junho, Jorge Guimarães, o Joinha, empresário de Anderson, já havia colocado um ponto final na história ao declarar que essa questão estava descartada pelo lutador. Porém, até esta terça-feira, Spider ainda não havia falado sobre a desistência. E o silêncio foi quebrado durante uma conferência telefônica para divulgar seu retorno ao UFC, contra Michael Bisping, no dia 27 de fevereiro, em Londres.

"Outras coisas, que não vale eu ficar falando aqui agora, começaram a ser envolvidas e não era esse meu propósito. O objetivo dessas pessoas acabou sendo diferente do meu e não era isso que eu queria. Queria ajudar o esporte, só isso, por isso achei melhor deixar para lá. Era uma coisa que me motivava, não para provar nada para ninguém, para mim mesmo, mas muitas pessoas não entenderam isso", completou Spider.

Divulgação
Anderson Silva e o presidente da CBTKD, Carlos Fernandes
Anderson Silva e o presidente da CBTKD

"Era um desejo que tinha. Foi um esporte que, de certa forma, me colocou onde estou hoje. Acho que por estar parado durante todo esse tempo e ter essa polêmica do doping, ficou muita falação. Gosto de desafios, de competir e tinha essa vontade. Queria fazer as seletivas como qualquer outro atleta, mas isso gerou muita polêmica", tentou explicar Anderson.

Uma das polêmicas mais fortes aconteceu com Guilherme Cezário Felix, o melhor brasileiro no ranking mundial da modalidade (ocupa a 18ª colocação na categoria acima de 80kg), que escreveu no Facebook que a decisão do lutador do UFC "não passava de brincadeira" e o desafiou a se preparar muito "para não passar vergonha".

Comentários

Anderson Silva tenta explicar desistência de Olimpíada: 'polêmicas e propósitos diferentes'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.