Passagem de Eto'o pelo Brasil teve jatinho e carnes nobres, mas com 'show de humildade'

Francisco De Laurentiis, de Ribeirão Preto (SP), para o ESPN.com.br
Assista aos melhores momentos do empate entre Comercial e Botafogo por 3 a 3

Na última terça-feira, o camaronês Samuel Eto'o brilhou e marcou para os dois times no clássico Come-Fogo, em Ribeirão Preto, que acabou empatado por 3 a 3. Grande estrela do jogo organizado pela rede social Twitter, o ex-atleta de Barcelona, Inter de Milão, Real Madrid e Chelsea, teve uma passagem rápida pelo Brasil, com direito a alguns luxos dignos de uma estrela com quatro Copas do Mundo no currículo.

No entanto, o status de popstar não fez com que ele empinasse o nariz. Muito pelo contrário: o africano deu um verdadeiro "show de humildade" em Ribeirão Preto, a 320km de São Paulo.

Para começar, Eto'o teve que se deslocar com muita velocidade entre a Turquia, país onde vive hoje, já que defende o Antalyaspor, e o Brasil. Para isso, segundo contaram organizadores do jogo ao ESPN.com.br, o astro teve a "ajuda" de um jatinho particular alugado, que o ajudou a fazer os traslados com mais facilidade, rapidez e conforto.

No estádio Santa Cruz, ele foi o único a ter um vestiário particular, com banheiro e chuveiro privativo. Outros jogadores famosos que estiveram na partida, como o ex-meia Raí, tiveram que dividir o espaço com os atletas das equipes sub-20 de Botafogo e Comercial, que disputaram o amistoso preparatório para a Copa São Paulo de 2016.

'Meu trabalho é marcar gols', diz Eto'o após hat-trick no Come-Fogo

O próprio Eto'o também disse que teve pouco tempo para conhecer os encantos de Ribeirão Preto, já que passou apenas um dia na cidade. No entanto, almoçou no Ancho, considerado um dos melhores lugares da cidade e conhecido pelas carnes nobres, preparadas à moda da Argentina.

"Não vi muito da cidade, foi muito rápido, mas comi muito bem. A carne estava espetacular", elogiou o centroavante, acostumado aos melhores restaurantes de Espanha, Itália e Inglaterra.

O almoço reforçado fez bem ao camaronês, que aguentou bem os 90 minutos em campo, mesmo com o forte calor da cidade do interior. O africano jogou 40 minutos pelo Comercial, marcando um gol, e 50 pelo Botafogo, indo às redes duas vezes.

Eto'o elege 'melhor treinador de todos' e lembra tempos de Barcelona: 'Ganhávamos tudo'

Engana-se, porém, quem acha que, após a partida, Eto'o caiu na night e foi curtir a agitada vida noturna da cidade do interior paulista. Logo após o duelo, ele já rumou para São Paulo para pegar seu voo de volta para a Turquia, que decolou às 5h da manhã desta quarta-feira.

Thiago Calil/Agência Botafogo
Eto'o Etoo Comemora Gol Botafogo-SP Comercial Come-Fogo 22/12/2015
Eto'o é festejado após marcar para o Botafogo

Afinal de contas, ele tem jogo importante pela Copa da Turquia já nesta quarta, às 14h45 (horário de Brasília), contra o gigante Fenerbahce. Vale lembrar que, além de jogador, o atacante agora também é técnico interino do Antalyaspor.

"Ainda tenho muita paixão pelo futebol, e compartilho isso com meus companheiros no vestiário. Hoje, tenho a oportunidade de também ser treinador, que é algo novo, e estou gostando. É bom que, se eu estiver jogando mal, pelo menos sei que o técnico não vai me tirar (risos)", brincou.

A reportagem também tentou descobrir quanto o badalado jogador faturou para participar do Come-Fogo. No entanto, os organizadores guardaram o evento a sete chaves. Só um deles, que não quis se identificar, falou sobre valores, com mistério.

"Isso é confidencial, mas parece que foi uma 'bolada'", limitou-se a dizer.

Show de humildade

Thiago Calil/Agência Botafogo
Eto'o Etoo Botafogo-SP Comercial Come-Fogo 22/12/2015
Eto'o festeja com a criançada antes da partida entre Botafogo-SP e Comercial

No estádio Santa Cruz, o comentário sobre Eto'o era apenas um: poucas vezes se viu um astro tão humilde quanto o camaronês, que atendeu pacientemente os inúmeros pedidos de autógrafos e fotos de milhares de fãs, principalmente crianças.

Antes da partida, ele relembrou, em entrevista exclusiva à ESPN, suas origens simples em Douala, em Camarões, onde nasceu. Questionado se acompanhava o futebol brasileiro desde cedo, o astro foi sincero.

"De onde venho, ainda mais naquela época, era difícil ter televisão. Meus pais não podiam nos dar esse luxo. Mas quando fui para o Real Madrid, com 15 anos, tive a possibilidade de conhecer mais do Brasil. Tive a sorte de fazer amigos como Roberto Carlos, Zé Roberto e Sávio", lembrou.

Eto'o descarta aposentadoria por estar 'velho' e garante: 'Mais importante é a paixão'

Em outra parte de seu papo com a ESPN, Eto'o brincou com o também atacante Obina, que era considerado "melhor que Eto'o" pela torcida do Flamengo, na música que agitava o maracanã durante a passagem do centroavante baiano pela Gávea. Aos risos, o camaronês "admitiu" que é pior que Obina.

"Obina é melhor (risos)! Fico feliz com a brincadeira, dois brasileiros já haviam me falado dela: o Ronaldinho e depois o David Luiz, que me mostrou o vídeo de 50 mil pessoas cantando isso. Disseram que o Obina é um cara incrível, que vem de família humilde e é um trabalhador. Então, Obina, quando quiser, está convidado para jantar e conversar", sorriu.

Durante o jogo, também chamou a atenção as conversas do africano com jogadores de ambas as equipes, sempre com muitos gestões e instruções. Segundo o próprio centroavante, ele tentou passar um pouco de sua experiência para os jovens botafoguenses e comercialinos.

Raí 'entrega' que Eto'o foi sondado pelo Flamengo

"Houve um momento em que dei conselhos sobre posicionamento aos atletas do Botafogo. Eu sou atacante e vivo de erros de zagueiros. Eles são muito jovens, erraram e me permitiram marcar. Expliquei a eles que, quando a equipe é baixa, não deve jogar em linha, pois ajuda o atacante adversário. Mostrei a eles como deveriam se posicionar para me marcar no primeiro combate e depois na sobra", exemplificou, citando seu primeiro tento, quando tabelou com Vagner Mancini, técnico do Vitória, e saiu cara a cara com o goleiro para conferir.

Além disso, o astro não fez questão de exaltar seu próprio desempenho na partida.

"Meu trabalho é fazer gols, mas o mérito é sempre dos que me tocam a bola, porque o mais difícil é o passe, não fazer o gol. Então, o mérito é deles", ressaltou.

Eto'o vê Neymar melhor do que Cristiano Ronaldo em 2015: 'Ainda será o nº 1'

Durante sua entrevista coletiva, aliás, Eto'o fez várias pausas para acenar para milhares de jovens e marmanjos que o observavam na sala de imprensa do estádio Santa Cruz. Após cada gritaria dos fãs, o camaronês retribuía com sorrisos e palmas.

Outro momento da entrevista que chamou a atenção foi a demonstração de carinho pelo mais jovem repórter presente, um garoto de 14 anos que ajudava nas filmagens da "TV Leão", canal do Comercial no Youtube. O ex-atleta do Barça elogiou a pergunta e se mostrou surpreendido com a pouca idade do menino.

"Você tem só 14 anos? Madre mia! Parabéns, você vai longe", encerrou.

Comentários

Passagem de Eto'o pelo Brasil teve jatinho e carnes nobres, mas com 'show de humildade'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.