Kalil anuncia saída do cargo de CEO da Primeira Liga

ESPN.com.br
Reprodução/TV
Kalil cita Luxa e revela maior erro como presidente do Atlético: 'Demorei pra ver que jogador derruba treinador'
Alexandre Kalil não é mais o chefe-executivo da Liga Sul-Minas-Rio

O ex-presidente do Atlético-MG Alexandre Kalil anunciou neste sábado que não é mais o CEO (chefe-executivo) da Liga Sul-Minas-Rio, a chamada Primeira Liga.

"Acabei de comunicar o Presidente do Flamengo a minha saída da Primeira Liga. Desejo sucesso a eles", escreveu o dirigente em sua conta no Twitter.

Na última quinta-feira, um dos principais impasses havia sido resolvido, com o retorno do Cruzeiro ao grupo de times de Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná, Rio de Janeiro (Flamengo e Fluminense) e Minas Gerais.

A questão do dinheiro a ser recebido por cada clube estava sendo o principal problema dentro das discussões. O presidente do Grêmio, Romildo Bolzan Jr, disse no início da semana à ESPN que isso estava atrapalhando muito.

"Eu diria que nossa necessidade é de pautas consensuais. Quem está ganhando muito tem que diminuir um pouco seus ganhos, e quem está na outra ponta ganhar um pouco mais. Ambição política seria uma fragilidade revelada. Temos que trabalhar mais a forma de convivência, tratar melhor. Alterar os critérios de formatação do futebol brasileiro. Criar um ambiente muito mais harmonioso", falou.

O mandatário do Inter, Vitório Piffero, afirmou que a Liga não é lucrativa e pediu até que o campeonato não acontecesse já em 2016: "Ela é importante, pois une os clubes, mas vamos aguardar. Não é lucrativa. Aguardaremos os valores dos direitos de transmissão das TVs. O ideal seria não começar já em 2016".

Kalil foi eleito de forma unânime CEO da Primeira Liga em setembro passado após ser convidado pelo presidente do Cruzeiro, Gilvan de Pinho Tavares. No entanto, após o time celeste anunciar sua saída, o ex-mandatário alvinegro afirmou que o rival estava ajudando "a quadrilha" da CBF.

Hoje, os clubes que fazem parte do grupo são: Flamengo, Fluminense (descontentes com a federação de futebol do Rio de Janeiro), Atlético-MG, Cruzeiro, Internacional, Grêmio, Figueirense, Joinville, Chapecoense, Criciúma, Avaí, Coritiba, Atlético-PR, Paraná Clube e América-MG.

Comentários

Kalil anuncia saída do cargo de CEO da Primeira Liga

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.