Demian dá show, massacra em 'clássico do jiu-jitsu' e exige disputa por cinturão

ESPN.com.br
Getty
Demian fez o que quis com Gunnar Nelson e mandou recado
Demian fez o que quis com Gunnar Nelson e mandou recado

O UFC 194 deveria ser palco de um clássico do jiu-jitsu no MMA, repleto de equilíbrio, entre Demian Maia e Gunnar Nelson. Mas o que era pra ser uma lutaça se transformou em um verdadeiro massacre. O brasileiro mostrou porque é considerado o melhor da arte suave no MMA e deu um verdadeiro show até vencer na decisão unânime dos jurados.

"Eu vim para o grappling porque sei do que o meu jiu-jitsu é capaz. O Gunnar pediu por essa luta e a gente aceitou. São sete vitórias nessa categoria, quatro consecutivas. Eu quero lutar pelo cinturão. Acredito no meu coração e sei que eu tenho chances. Eu ganhei do Neil Magny e ele continua na minha frente no ranking. Eu não sei o que acontece", disse Demian

O brasileiro entrou para dar um espetáculo e para mostrar que era o melhor na luta agarrada, como ele mesmo disse. Demian agarrou logo nos primeiros segundos de luta e tentou a queda durante o tempo todo. Nelson até começou se defendendo bem, mas acabou completamente atropelado. O brasileiro pegou as costas, montou, fez o que quis no chão.

O recado de Demian resumiu bem a sua passagem pelos meio-médios até aqui. Desde que mudou de categoria, ele sempre foi visto como um dos grandes candidatos a desafiante. Vale lembrar que o campeão Robbie Lawler coloca o cinturão em jogo no dia 2 de janeiro diante de Carlos Condit.

Veja todos os resultados do UFC 194:

CARD PRINCIPAL
Conor McGregor (IRL) nocauteou José Aldo (BRA) ao 0'13 do 1º round- cinturão dos penas
Luke Rockhold (EUA) nocauteou Chris Weidman (EUA) aos 3'12 do 4º round - cinturão dos médios
Yoel Romero (CUB) venceu Ronaldo Jacaré (BRA) na decisão dividida dos jurados (29-27, 28-29 e 29-28) - médios
Demian Maia (BRA) venceu Gunnar Nelson (ISL) na decisão unânime dos jurados (30-26, 30-25 e 30-25) - meio-médios
Max Holloway (EUA) venceu Jeremy Stephens (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 29-28) - penas

CARD PRELIMINAR
Urijah Faber (EUA) venceu Frankie Saenz (EUA) na decisão unânime dos jurados (29-28, 29-28 e 30-27) - galos
Tecia Torres (EUA) venceu Jocelyn Jones-Lybarger (EUA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 30-27 e 30-27) - palhas feminino
Warlley Alves (BRA) finalizou Colby Covington (EUA) com uma guilhotina a 1'26 do 1º round - meio-médios
Léo Santos (BRA) nocauteou Kevin Lee (EUA) aos 3'26 no 1º round - leves

Magomed Mustafaev (RUS) nocauteou Joe Proctor (EUA) 1'54 do 1º round - leves
Yancy Medeiros (EUA) venceu John Makdessi (CAN) a decisão dividida dos jurados (29-28, 28-29 e 29-28) - leves
Court McGee (EUA) venceu Márcio Lyoto (BRA) na decisão unânime dos jurados (30-27, 29-28 e 29-28) - meio-médios

Comentários

Demian dá show, massacra em 'clássico do jiu-jitsu' e exige disputa por cinturão

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.