Técnico dos Spurs detona arremessos de três na NBA: 'Parece coisa de circo'

ESPN.com.br
Getty
Gregg Popovich, técnico do San Antonio Spurs, na derrota para o Toronto Raptors
Gregg Popovich, técnico do San Antonio Spurs, na derrota para o Toronto Raptors

Com 23 vitórias em 23 jogos, o Golden State Warriors tem encantado na temporada da NBA, com um jogo que tem os arremessos de três pontos como um de seus segredos. O técnico do San Antonio Spurs, no entanto, não se empolga. Sem querer criar polêmica com os atuais campeões, Gregg Popovich deu sua opinião sobre os chutes de longa distância.

"Ainda odeio", disse, após a derrota de seu time para o Toronto Raptors, por 97 a 94, na noite de quarta-feira. "Nunca vou abraçar isso. Não acho que é basquete. Acho que parece coisa de circo. Por que não temos arremessos de cinco pontos? Sete pontos? Sabe, onde isso vai parar, esse tipo de coisa. Mas isso sou só eu, da velha guarda", seguiu.

Apesar da opinião pessoal, Popovich sabe da importância das bolas de três para o jogo. O maior exemplo, talvez, seja a forma com que os Spurs venceram a final da NBA de 2014, sobre o Miami Heat, com um recorde tiros de longa distância em uma decisão. "Não posso ser teimoso só porque eu, pessoalmente, não gosto", afirmou ele na época.

"Em certo ponto, é melhor você abraçar isso ou você vai perder. E toda vez que fomos campeões, os arremessos de três pontos foram grande parte disso. Porque é tão poderoso que você tem que ser capaz de fazer. E ninguém faz isso melhor do que Golden State, e vocês sabem onde eles estão. Então é importante. Você não pode ignorar", opinou.

No melhor início de temporada da história da NBA, os Warriors já registraram 313 bolas de três pontos, 77 a mais que o Houston Rockets, que é o segundo time que mais converte arremessos de longa distâncias, e quase o dobro do que os Spurs (158, na 23ª colocação entre todos os times da liga).

"Ninguém é tão poderoso com os chutes de três como o Golden State. Até agora, nenhum de nós entendeu isso. A regra de arremesso com 24 segundos tornou isso mais duro. Você diz: ‘Bom, você tem uma vantagem do outro lado, use seus homens grandes'. Se não fosse o relógio de 24 segundos, isso funcionaria muito melhor", encerrou.

Comentários

Técnico dos Spurs detona arremessos de três na NBA: 'Parece coisa de circo'

COMENTÁRIOS

Use a Conta do Facebook para adicionar um comentário no Facebook Termos de usoe Politica de Privacidade. Seu nome no Facebook, foto e outras informações que você tornou públicas no Facebook aparecerão em seu cometário e poderão ser usadas em uma das plataformas da ESPN. Saiba Mais.